A apenas alguns episódios da season finale (8 para ser exata), já podemos afirmar: a 15ª temporada de Grey’s Anatomy é a mais madura da série até então... e também a mais chata.

Infelizmente, quanto mais os médicos do Grey Sloan Memorial agem como pessoas reais – e não como adolescentes em corpos de adultos de meia-idade –, menos interessante se tornam seus dramas. Mas esse está longe de ser o problema, na verdade, é quase um elogio.

Uma das maiores críticas dos detratores da série sempre foi a falta de realismo – o que sempre me pareceu um pouco bobo quando se trata de um produto de ficção. Não que a realidade não tenha seu valor, milhares de séries de sucesso se baseiam em retratar a crueza do “mundo como ele é”, mas esse nunca foi o ponto forte dos roteiristas da Shondaland.

Grey’s Anatomy: seria a 15ª temporada a pior até então? (opinião)

Sim, as probabilidades das mesmas pessoas que sofreram a queda de um avião estarem em um tiroteio e terem câncer no período de uma vida são praticamente impossíveis, mas geram bons dramas televisivos.

Eu sei o que vocês estão pensando, eu nunca achei que sentiria falta dos excessos de Grey’s Anatomy. Ninguém quer chorar toda semana ou temer pela vida dos seus personagens favoritos com a menor ameaça de um soluço (quem se lembra?). Mas sabem o que é pior do que isso? Não me importar com nenhum deles.

Grey’s Anatomy: seria a 15ª temporada a pior até então? (opinião)

Apostando na “Temporada do Amor”, a showrunner Krista Vernoff prometeu uma renovação do tom pesado que os últimos anos tiveram, chegando a dizer que voltaria à origem voltada para o romance pela qual Grey’s Anatomy ficou conhecida.

Parece que ela errou o alvo. O drama realmente quase não está mais lá, com apenas os pacientes correndo algum risco de vida ultimamente, mas o tempo de tela dado a personagens nada carismáticos e escolhas duvidosas de relacionamentos envenenou todas as narrativas.

Pulverização de histórias

Grey’s Anatomy: seria a 15ª temporada a pior até então? (opinião)

1. O público é bastante vocal sobre a falta de química entre Maggie (Kelly McCreary) e Jackson (Jesse Williams). Não ajuda o fato de Sarah Drew, a April, ter sido cortada da série em detrimento da nova relação. É visível que o casal vem gradativamente tendo menos tempo de tela juntos, então parece que os roteiristas estão entendendo o recado. Assim esperamos.

2. Alex Karev (Justin Chambers) e Miranda Bailey (Chandra Wilson) – favoritos do público e membros do elenco original – foram relegados a coadjuvantes em tramas semanais, sem um arco narrativo mais complexo para chamar de seu.

Grey’s Anatomy: seria a 15ª temporada a pior até então? (opinião)

3. Meredith Grey (Ellen Pompeo) finalmente voltou a se aventurar em novos romances, mas seu relacionamento com DeLuca (Giacomo Gianiotti) ainda não decolou aos olhos do espectador. Do mesmo modo em que Link, o ortopedista vivido por Chris Carmack, ainda não se mostrou útil para nada mais do que ser a terceira ponta do breve triângulo amoroso com a protagonista.

4. Por fim, Owen e Amelia têm de longe a maior e mais relevante história da 15ª temporada, com o núcleo de Betty e Leo. É uma pena que o drama tenha se arrastado (e se repetido) por mais horas do que deveria, transformando o personagem de Kevin McKidd no protagonista da série, mas ao mesmo tempo em alguém tão irritante que já não queremos ver ao lado da médica vivida por Caterina Scorsone.

Pontos Positivos

Grey’s Anatomy: seria a 15ª temporada a pior até então? (opinião)

Para não dizer que só temos críticas negativas, a volta de Teddy (Kim Raver) e o aprofundamento no personagem de Koracick (Greg Germann) estão sendo interessantes, assim como o relacionamento leve entre Nico (Alex Landi) e Schmitt (Jake Borelli).

Grey’s Anatomy: seria a 15ª temporada a pior até então? (opinião)

Aliás, acredito que explorar os novos internos – como Helm, Qadri e Parker – seria uma maneira mais eficiente de renovar a série e lembrar seus dias de glória. Outra, seria simplesmente encerrar Grey’s Anatomy com um final apropriado para todos os envolvidos.

Mas e você, o que está achando desta temporada de Grey’s Anatomy? Concorda que a serie já deu o que tinha que dar ou ainda é sua série favorita? Deixe a sua opinião nos comentários!

Mais novidades de Grey’s Anatomy: