Foram 12 anos de risadas, piadas com e sem graça, participações muito especiais, flertes, namoros e paixões e muita, mas muita ciência envolvida. Se você é fã convicto ou apenas acompanhou de longe alguns episódios de The Big Bang Theory, provavelmente está com o coração um pouco apertado de ver o fim se aproximando.

O anúncio de que a 12ª seria a última temporada foi triste, mas um pouco esperado, já que não é comum para um seriado durar tanto tempo assim. Inclusive, a série tem o recorde de mais tempo no ar. “Todo mundo tem ideias tão específicas sobre como o final do programa deveria ser”, diz o produtor executivo Steve Holland. "Nós sabemos para onde estamos indo e onde queremos pousar".

Em entrevista à Entertainment Weekly, os astros Kaley Cuoco (Penny), Jim Parsons (Sheldon) e Johnny Galecki (Leonard) contaram sobre como estão se sentindo com relação ao fim e como seria o desfecho ideal para eles. Se o elevador veio à sua mente, você está pensando como as mentes mais brilhantes do melhor sitcom científico da história. Cuoco e Parsons afirmaram que, assim como a maioria dos fãs, esperam que finalmente o elevador seja arrumado.

“Definitivamente o elevador! Esse é um dos meus desejos para o episódio final. O elevador é consertado, e aí todos nós ficamos presos nele”, brinca o ator que vive Sheldon. Já Galecki não está tão decidido sobre como será o final, mas sim sobre o sentimento com relação ao desfecho. “Nenhum de nós conseguirá segurar as lágrimas durante a última gravação, isso é certo. E teremos que incluir isso no roteiro de alguma maneira”, comentou.

Para quem não viu os primeiros episódios, o elevador nunca funcionou no prédio em que Leonard, Sheldon e Penny moram. Apesar de ser um problema para os moradores e amigos que os visitam, também é um fator decisivo na união do grupo, já que na escada (e também na lavanderia) acontecem diversos momentos importantes de socialização.

Kaley Cuoco ainda respondeu à notícia de término de The Big Bang Theory em um post emotivo no Instagram. “Não importa quando fosse terminar, meu coração sempre ficaria arrasado.” "Afogados em lágrimas", acrescentou Cuoco, "prometemos trazer-lhe a melhor temporada até agora".

No post ela escreveu: “Esta jornada foi um sonho que se tornou realidade e capaz de mudar vidas. Independente de quando terminasse, meu coração sempre ficaria arrasado. Afogados em lágrimas, prometemos fazer a melhor temporada para vocês. Para os fãs, nossa equipe, famílias, Chuck Lorre, Warner Brothers, CBS e todos que nos apoiaram por tantos anos, obrigada. Nós estamos saindo com um estrondo”.

Mayim Bialik, a atriz e neurocientista que interpreta Amy Farrah Fowler, revelou em seu site pessoal que ela não está satisfeita com o anúncio do fim e declarou estar "muito triste".

"Eu sou feliz? Claro que não”, escreveu Bialik. “Este vem sendo meu trabalho desde que Melissa Rauch e eu nos juntamos ao elenco como regulares na quarta temporada. Eu amo meu trabalho. Eu amo meus colegas de elenco e sinto muito apreço por nossa equipe incrível, nossos escritores corajosos, toda a nossa equipe e nossos incríveis fãs. Muitas pessoas fazem parte da nossa família Big Bang. ”

"Meu trabalho remunerado — aquele pelo qual você me conhece — está terminando, e sim: é muito triste", ela continuou. “Acho que vai ser muito difícil não chorar todos os dias pelos próximos 23 episódios! Mas, como elenco, nós amamos levar alegria aos nossos espectadores e continuaremos fazendo isso com o melhor de nossa capacidade coletiva”, comentou.

A CBS e a Warner Bros. TV optaram por encerrar o programa devido à decisão do astro Jim Parsons, que afirmou estar pronto para abandonar a série de comédia. Com um salário perto de US$ 1 milhão por episódio, Parsons arrecadaria mais de US$ 50 milhões se concordasse em ficar em The Big Bang Theory por mais 2 anos — o que a CBS estava tentando negociar.

Sobre o assunto Jim afirmou que sentiu que já era hora. "É tão complexo e tão simples como apenas sentir que era hora. Há relação com muitas coisas, nenhuma delas é ruim. Não há razão negativa para parar de fazer Big Bang. Já fazemos isso há tantos anos que não parece ter sobrado algo. Não que nós não pudéssemos continuar, mas parece que nós acabamos com toda a carne desse osso. Eu acho que em um nível pessoal, é a hora certa na minha vida. Eu não sei o que vem a seguir para mim. Não é que eu esteja procurando algo específico. Estou firmemente na minha meia-idade agora. Não sei quanto tempo mais posso usar [as camisetas] sem ficar muito estranho.”

De qualquer forma, ele está com olhos para o futuro e indaga: “O que é este próximo capítulo da vida? Qual é o próximo capítulo para todos nós? Será muito, muito triste quando terminar, mesmo sabendo que estou bem com isso. As pessoas estão bem quando se formam, mas frequentemente há lágrimas na formatura. É difícil dizer adeus às pessoas com quem você trabalhou por tanto tempo”.

Este texto foi escrito por Luiza Lafuente via nexperts.

Mais sobre o fim de The Big Bang Theory: