Mal deu tempo de lamentarmos a brevidade da história de Madeline, Celeste, Jane, Bonnie e Renata (Reese Witherspoon, Nicole Kidman, Shailene Woodley, Zoë Kravitz e Laura Dern, respectivamente). O fim da minissérie Big Little Lies deixou uma grande lacuna — dado o brilhantismo da série e a relevância da temática —, mas as produtoras desse sucesso não deixarão os espectadores na mão: a série ganhará uma continuação não prevista no projeto inicial, porém que entrou em produção assim que a HBO viu o potencial da história.

Dois anos depois da estreia, temos várias informações sobre como será a sequência, inclusive uma data possível: junho deste ano. Já sabemos que, assim como a primeira, a segunda temporada explorará "a maldade das mentiras, a durabilidade das amizades, a fragilidade dos casamentos e, é claro, a ferocidade da paternidade", como diz a sinopse oficial. A descrição ainda entrega que relacionamentos serão rompidos, lealdades ficarão desgastadas, e o potencial para lesões emocionais e corporais será maior. Até aí, nada de diferente do que já vinha acontecendo.

Mas como dar continuidade a uma história como a de Big Little Lies depois que a trama já se desenrolou com tanta intensidade e o ciclo se fechou, com a revelação de quem matou e quem morreu?

Para dar uma força, a produção não apenas reescalou o bombástico elenco da primeira temporada como também trouxe nomes tão ou mais importantes: Meryl Streep, por exemplo. A grande diva do cinema interpretará o importantíssimo papel de Mary Louise Wright, a mãe do falecido Perry White, chegando para acompanhar a família de Celeste no luto e provavelmente dando um trabalhão para as mulheres de Monterey. Sem dúvida, a matriarca tentará descobrir o que aconteceu com o filho e acompanhará de perto os netos, gerando a maior dor de cabeça para Celeste e as amigas.

A participação de Meryl Streep não tem nada de acidental; até mesmo o nome da personagem — Mary Louise, que em inglês soa como Merilouise — foi uma homenagem a ela. O convite para o papel não tinha nem chance de ser recusado: “Eu amei essa série, fiquei viciada nela. Achei que foi um exercício incrível do que sabemos e do que não sabemos sobre as pessoas, sobre família, sobre amigos, como flertou com o mistério das coisas, o que não foi dito, não foi mostrado, desconhecido, foi uma espécie de força gravitacional das peças, e foi tão emocionante… eu queria fazer parte desse mundo”, disse a atriz ao site norte-americano Deadline.

Com as preces da produção e do elenco de Big Little Lies atendidas, as filmagens com a atriz começaram, e as imagens dos bastidores indicam que, embora o elenco seja só amor, a interação das personagens é pura faísca. Em um tweet, Madeline é mostrada prestes a acertar um sorvete nas costas de Mary Louise.


Em uma imagem de divulgação compartilhada por Reese, as cinco mulheres estão lado a lado no que parece ser uma fila de identificação de suspeitos em uma prisão.

View this post on Instagram

It’s all happening. #BLL2

A post shared by Reese Witherspoon (@reesewitherspoon) on

Seguindo a lógica, a segunda temporada deve tratar justamente disto: a continuidade da investigação sobre a morte de Perry. Como a trama de Liane Moriarty, que deu a base para a série, é encerrada no mesmo ponto que termina a primeira temporada, o que vier a partir de agora será totalmente inédito. Apesar de não seguir mais o livro, no entanto, haverá a colaboração de Moriarty para pensar a continuidade da história; e ela já escreveu um conto curto para ajudar a inspirar o roteirista.

O fio condutor será o tamanho das pernas da mentira e se ela continuará se sustentando nos anos que seguem. Por conta disso, cronologicamente, a segunda temporada não deverá começar muito longe de onde terminou a anterior, aprofundando alguns dos acontecimentos. O que não deve mais aparecer, por outro lado, são as narrações dos moradores comuns de Monterey, que deram depoimentos nos episódios iniciais.

Elenco completo?

Além das protagonistas, parte do elenco masculino também deve retornar, como Adam Scott; até mesmo Alexander Skarsgård poderá ser visto em algum episódio, embora seu personagem, Perry, não tenha sobrevivido à season finale anterior. É provável que as aparições dele sejam apenas em flashbacks, contando as memórias das mulheres que conviveram com ele, já que muito ainda pode ser explicado, especialmente sobre a relação com Jane.

A maioria das crianças também deve voltar, inclusive o pequeno Iain Armitage, que interpreta Ziggy, filho de Jane, embora esteja ocupadíssimo protagonizando Young Sheldon. Por sorte, apesar do sucesso da comédia da CBS, o menino ainda não se encontra em posição de negar um convite da HBO, então seus empresários confirmaram o retorno.

As mudanças já anunciadas afetarão principalmente os bastidores. A direção, antes ocupada por Jean-Marc Vallée (Sharp Objects), ficará com a inglesa Andrea Arnold, mas David E. Kelley continuará como showrunner. Vallée, por sua vez, assumirá uma cadeira como produtor executivo.

Novas adições

Além de Meryl Streep, cujo papel provavelmente será central, outros nomes circulam ou já estão confirmados: Crystal R. Fox e Martin Donovan interpretarão os pais de Bonnie; Douglas Smith (O Alienista) poderá ser um interesse amoroso de Jane: atlético, do tipo surfista e futuro biólogo, será importante para a personagem nos meses que virão. Também há boatos de que Mo McRae entrará para a história, interpretando Michael Perkins, um novo professor da Otter Bay, a escola de Monterey, que irritará as mães com seu trabalho politicamente correto.

Relacionado: Big Little Lies: HBO confirma mês de estreia da 2ª temporada com nova foto

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.