Um dia antes dos Oscars, em uma tenda na praia de Santa Mônica, é a realizada a maior premiação do cinema independente norte-americano, os Spirit Awards.

Nesta cerimônia, disputam as obras com orçamento de no máximo US$ 20 milhões.

Vitórias na premiação:

  • Na noite desse sábado (23), Se a Rua Beale Falasse foi o grande vencedor do 34º Film Independent Spirit Awards, levando os prêmios de Melhor Filme, Direção e Atriz Coadjuvante.
  • Regina King, aliás, pode repetir sua vitória na categoria coadjuvante no Oscar deste domingo (24).
  • Glenn Close, de A Esposa, também foi premiada com o Spirit Award e parece destinada a subir ao palco dos Academy Awards.
  • Ethan Hawke foi o escolhido na categoria de atuação masculina pelo seu desempenho em No Coração da Escuridão.
  • O filme Poderia Me Perdoar? ficou com os prêmios de Roteiro e Ator Coadjuvante (para Richard E. Grant).

Glenn Close e Regina King entre vencedores do Spirit Awards 2019Glenn Close (A Esposa) e Regina King (Se a Rua Beale Falasse) vencem os Spirit Awards e podem ser consagradas também com os Oscars.

Vencedores do Spirit Awards 2019

Melhor Filme

  • Oitava Série
  • First Reformed
  • Se a Rua Beale Falasse **VENCEDOR**
  • Sem Rastros
  • Você Nunca Esteve Realmente Aqui

Melhor Diretor

  • Debra Granik, Sem Rastros
  • Barry Jenkins, Se a Rua Beale Falasse **VENCEDOR**
  • Tamara Jenkins, Mais uma Chance
  • Lynne Ramsay, Você Nunca Esteve Realmente Aqui
  • Paul Schrader, First Reformed

Melhor Primeiro Filme

(prêmio para direção e produção)

  • Hereditário
  • Sorry to Bother You **VENCEDOR**
  • O Conto
  • We the Animals
  • Vida Selvagem

Melhor Ator

  • John Cho, Buscando...
  • Daveed Diggs, Ponto Cego
  • Ethan Hawke, First Reformed **VENCEDOR**
  • Christian Malheiros, Socrates
  • Joaquin Phoenix, Você Nunca Esteve Realmente Aqui

Melhor Atriz

  • Glenn Close, A Esposa **VENCEDORA**
  • Toni Collette, Hereditário
  • Elsie Fisher, Oitava Série
  • Regina Hall, Support the Girls
  • Helena Howard, Madeline's Madeline
  • Carey Mulligan, Vida Selvagem

Melhor Ator Coadjuvante

  • Raúl Castillo, We the Animals
  • Adam Driver, Infiltrado na Klan
  • Richard E. Grant, Poderia Me Perdoar? **VENCEDOR**
  • Josh Hamilton, Oitava Série
  • John David Washington, Monsters and Men

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Kayli Carter, Mais uma Chance
  • Tyne Daly, A Bread Factory
  • Regina King, Se a Rua Beale Falasse **VENCEDORA**
  • Thomasin Harcourt McKenzie, Sem Rastros
  • J. Smith-Cameron, Nancy

Melhor Roteiro

  • Colette
  • Poderia Me Perdoar? **VENCEDOR**
  • Mais uma Chance
  • Sorry to Bother You
  • First Reformed

Melhor Primeiro Roteiro

  • Oitava Série **VENCEDOR**
  • Nancy
  • Puro-Sangue
  • O Conto
  • Blame

Melhor Filme Internacional

  • Em Chamas (Coreia do Sul)
  • A Favorita (Reino Unido)
  • Lazzaro Felice (Itália)
  • Roma (México) **VENCEDOR**
  • Assunto de Família (Japão)

Melhor Documentário

  • On Her Shoulders
  • Minding the Gap
  • Hale County This Morning, This Evening
  • Of Fathers and Sons
  • Shirkers
  • Won't You Be My Neighbor? **VENCEDOR**

Melhor Fotografia

  • Madeline's Madeline
  • Vida Selvagem
  • Mandy
  • Suspiria **VENCEDOR**
  • We the Animals

Melhor Edição

  • Você Nunca Esteve Realmente Aqui **VENCEDOR**
  • We the Animals
  • American Animals
  • O Conto
  • Mid90s

Prêmio Someone to Watch

  • Alex Morrato, Sócrates **VENCEDOR**
  • Ioana Uricaru, Lemonade
  • Jeremiah Zagar, We the Animals

Prêmio Truer Than Fiction

  • Alexandria Bombach, On Her Shoulders
  • Bing Liu, Minding the Gap **VENCEDOR**
  • RaMell Ross, Hale County This Morning, This Evening

Prêmio Robert Altman

(para diretor, diretor de elenco e elenco de uma produção)

  • Suspiria