Atenção! Este texto contém SPOILERS do episódio 5x11 da série How to Get Away with Murder, exibido pela ABC no dia 31 de janeiro.

Teorias da conspiração, uma prisão injusta e até mesmo uma tentativa de suicídio. Esses foram alguns dos dramas do último episódio de How to Get Away With Murder.

Tudo começou quando Bonnie mostrou para Annalise e Nate a gravação da ligação entre Miller e o diretor da prisão em que o pai do policial foi morto. A chamada aparentemente inocenta o promotor, o que deixa a mulher – que auxiliou Nate no assassinato do namorado por acreditar em sua culpa – compreensivelmente abalada.

Mas Nate não acredita (ou não quer acreditar) que matou um homem inocente, então faz de sua missão provar o envolvimento de Miller no esquema que incriminou e resultou na morte de Nate Sr.

How to Get Away With Murder: teorias da conspiração e paranoia no episódio 5x11 SPOILERS

Enquanto isso, o FBI prende Gabriel como um dos suspeitos pelo desaparecimento de Miller, já que o estudante e o promotor estavam se comunicando secretamente no período antes do crime. Naturalmente, Gabriel pede que Annalise seja sua advogada no caso. Será que ele ainda não aprendeu sobre uma coisinha chamada “conflito de interesses” na faculdade de direito? Mas como How to Get Away With Murder adora uma complicação, com certeza ela aceitará defendê-lo – mesmo sendo uma das poucas pessoas que sabe quem é o real assassino do promotor.

Quanto aos reais responsáveis, Nate e Bonnie estão em estados de espírito bem diferentes. Se a mulher, dominada pela culpa, tenta se suicidar deixando seu carro ligado e ficando dentro de uma garagem fechada, o policial decide provar sua teoria de que Miller era um dos corruptos culpados pela morte de seu pai.

How to Get Away With Murder: teorias da conspiração e paranoia no episódio 5x11 SPOILERS

Frank chega a tempo de salvar Bonnie e ficar ao seu lado até que ela não seja mais um risco a si mesma; e Nate faz uma descoberta importante no caso – mas que ainda não necessariamente liga Miller ao crime.

Um exame de DNA adulterado teria sido (ilegalmente) entregue ao júri que declarou como legítima defesa dos guardas que mataram Nate Sr., falsamente concluindo que ele teria pego primeiro na arma antes de ter sido morto. Para Nate, essa era a prova que ele precisava, mas nada garante que o intermediário tenha sido Miller.

How to Get Away With Murder: teorias da conspiração e paranoia no episódio 5x11 SPOILERS

Em outros acontecimentos...

Emmett Crawford convida Annalise para jantar como agradecimento por ela ter cumprido sua palavra e se livrado do escândalo que poderia acabar com a carreira dele. Início de um romance ou mais manipulação?

Depois de ouvir sobre o desaparecimento de Miller, Tegan entra em contato com a agente do FBI que cuidou do caso Antares. Nós já sabemos que ela tem experiência como informante, a quesão é: o que ela sabe?

How to Get Away With Murder retorna na próxima quinta-feira, dia 7 de fevereiro com um novo episódio no canal americano ABC.