Mesmo enfrentando diversos competidores no mercado de streaming, a Netflix continua crescendo sua base de assinantes e receitas. No entanto, a companhia reconhece que sua estratégia de aposta em conteúdos originais poderia ser ainda melhor, não fosse o fato de que muita gente está jogando Fortnite: Battle Royale.

Fortnite

Em uma carta enviada a investidores, a seção “Competição traz informações de que o jogo da Epic é considerado uma ameaça maior do que nomes como a HBO. “Conquistamos o tempo de tela dos consumidores, tanto no mobile quanto na televisão, de uma série de competidores. Competimos (e perdemos) mais com Fortnite do que com a HBO. Nosso foco não é a Disney+, Amazon ou outras, mas sim como podemos melhorar nossa experiência para nossos membros”.

Analistas comentam

Em uma declaração publicada no Twitter, o analista Michael Pachter afirmou que a declaração é “idiota”, já que o tempo é algo finito. Segundo ele, seguindo essa lógica, a Netflix também compete com coisas como a escola, o trabalho e até mesmo ir ao banheiro — posição totalmente contrária à de Matthew Ball, ex-chefe da Amazon Studios.

“Eu não penso que a comparação com Fortnite é idiota. Se Fortnite não existisse, eu praticamente garanto que teria terminado a quarta temporada de Narcos”, afirmou ele em resposta ao analista. Atualmente, o sistema de streaming possui 139 milhões de assinantes ao redor do mundo, tendo anunciado recentemente um aumento de preço para os Estados Unidos como forma de sustentar sua estratégia atual.

A matéria "Netflix vê Fortnite como seu principal competidor pelo público" foi escrita por Felipe Gugelmin para o Voxel, um site da empresa NZN assim como o Minha Série.