No dia 12 de outubro de 2015 estreou Crazy Ex-Girlfriend, uma série da CW que utiliza sequências musicais como recurso narrativo, carregando nas emoções ou mesmo no tom humorístico.

Ao longo das temporadas, acompanhamos a evolução da protagonista Rebecca Bunch (Rachel Bloom), que, depois de reencontrar ao acaso um ex-namorado da adolescência pelas ruas de Nova York, resolve largar sua promissora carreira de advogada com a qual não se identificava para perseguir o amor, mudando-se, então, para West Covina, onde espera reconquistar Josh Chan (Vincent Rodriguez III).

Crazy Ex-Girlfriend não é só uma série de comédia com números musicais; é a história de uma mulher que sofre com problemas psicológicos e percorre uma longa jornada para descobrir o valor do autocuidado, dos relacionamentos saudáveis e da saúde mental. A série tem conclusão prevista para o primeiro semestre de 2019, mas suas três primeiras temporadas já estão disponíveis na Netflix.

Mais de 100 canções originais já foram exibidas. Por aqui, elegemos as 35 melhores músicas da série – pelo menos até o momento –, apresentadas da menos boa para a melhor de todas. Qual é a sua favorita?

35. "Man Nap" (episódio 2x12)

Interpretada por Darryl (Pete Gardner), "Man Nap" satiriza a masculinidade tóxica em um momento em que Nathaniel (Scott Michael Foster), claramente cansado, recusa-se a descansar, alegando que seu pai diz que “sonecas é para os fracos, para as crianças e para os velhos”.

34. "A Boy Band Made Up of Four Joshes" (episódio 1x03)

Rebecca fantasia constantemente com Josh, que aqui personifica seus sonhos adolescentes com astros de boy bands. Trata-se de uma paródia de Backstreet Boys com direito a coreografia e uma letra que faz referência aos problemas psicológicos e traumas da infância da protagonista.

33. "Dream Ghosts" (episódio 1x15)

Vivendo sua primeira grande crise retratada no período da série, Rebecca pega um voo e, coincidentemente, senta-se ao lado da analista com quem tentou se consultar antes.

32. "You’re My Best Friend (And I Know I’m Not Yours)" (episódio 2x11)

Sentindo-se só, Darryl utiliza um ukulele para contar a Paula (Donna Lynne Champlin) que ela é sua melhor amiga, a despeito de saber que a recíproca não é verdadeira.

31. "You Go First" (episódio 2x07)

Assim como todos os relacionamentos de Rebecca sofrem com altos e baixos, sua amizade com Paula também tem seus conflitos. Em "You Go First" as duas se lamentam, cada uma de sua casa, por um afastamento.

30. "Period Sex" (episódio 2x03, mas reaparece em outros momentos)

A versão completa de "Period Sex" foi feita a partir de compilações e divulgada somente pela internet. A música fala sobre a experiência de fazer sexo durante a menstruação.

29. "Flooded With Justice" (episódio 1x13)

Uma homenagem ao clássico musical Os Miseráveis, a canção traz à tona diversos problemas causados pela companhia de água que estão sendo enfrentados pela população da região de West Covina.

28. "His Status Is Preferred" (episódio 1x07)

Insatisfeita com o seu casamento, Paula vai a um encontro de negócios em um clube de jazz, onde acaba fascinada pelo homem e dedica uma música ao seu refinamento.

27. "My Sperm Is Healthy" (episódio 3x08)

Desejando ter um bebê, Darryl passa pelo processo de encontrar uma doadora de óvulos e comemora o resultado de seus exames, por meio dos quais descobre que seu sêmen está em perfeitas condições para uma fecundação.

26. "The Miracle of Birth" (episódio 3x13)

Prestes a dar à luz a filha de Darryl, Heather (Vella Lovell) está preocupada com a dor do parto e é tranquilizada pelo médico, mas Paula interfere para cantar algumas verdades perturbadoras sobre o que acontece com o corpo da mulher nesse momento.

25. "We’ll Never Have Problems Again" (episódio 2x10)

Depois de um desentendimento, Rebecca e Josh resolvem assumir o relacionamento e trocar o status no Facebook. Ao serem confrontados por Heather, que sugere que casais que ficam postando sobre suas vidas o tempo todo estão, na verdade, inseguros, o casal entra nesse dueto oitentista para afirmar que estão felizes e não terão mais problemas.

24. "Where’s Rebecca Bunch?" (episódio 3x01)

Depois de encarar uma decepção amorosa trágica e decidir que quer vingança, Rebecca passa 2 semanas desaparecida, sem que ninguém tenha notícias, o que gera um burburinho na cidade. "Where’s Rebecca Bunch?" tem inspiração medieval e lembra muito a abertura de A Bela e a Fera.

23. "You Stupid Bitch" (episódio 1x11)

Quem nunca cometeu um engano e depois sentiu vontade de sumir? Sem querer, Rebecca enviou uma mensagem com conteúdo comprometedor para Josh e ficou acreditando que tinha estragado tudo para sempre.

22. "The Villain in My Own Story" (episódio 1x14)

Percebendo que seus planos de ficar com Josh não estão dando muito certo, Rebecca reflete sobre o seu papel em sua própria história, reconhecendo-se como a vilã de uma história de amor que não é a sua.

21. "This Session Is Going To Be Different" (episódio 3x11)

Tendo passado por mais uma crise, Rebecca decide parar de fugir da terapia e telefona para a doutora Akopian (Michael Hyatt) para dizer que está pronta. A analista fica emocionada com a nova abertura da paciente e, dessa vez, parece esperançosa.

20. "Buttload of Cats" (episódio 3x12)

Em tratamento, Rebecca começa a aceitar sua vida de solteira e parece disposta a parar de perseguir o amor, o que dá espaço para a piada clichê da “velha dos gatos”.

19. "Nothing Is Ever Anyone’s Fault" (episódio 3x13)

Se existe um aspecto do qual Rebecca e Nathaniel podem falar em pé de igualdade, trata-se certamente é dos problemas familiares e traumas da infância. Nessa música, Nathaniel canta sobre como ele não tem muita culpa de ser exatamente como ele é.

18. "Where’s The Bathroom?" (episódio 1x08)

Um belo exemplo de como o relacionamento de Rebecca e sua mãe é difícil é "Where’s The Bathroom?", que corresponde à visita de Naomi (Tovah Feldshuh) a West Covina, quando, mesmo depois de passar tempos sem ver a filha, tudo que ela sabia fazer era reclamar sobre as escolhas de Rebecca para a sua própria casa.

17. "Meet Rebecca!" (tema da 4ª temporada)

Apesar de ser animada e pegajosa, a música-tema da 4ª temporada não é a melhor dentre as aberturas. No entanto, por apresentar uma Rebecca com defeitos e, ainda assim, sendo uma ótima pessoa, é um bom reflexo do que é a série. No final, quando a chamada é para a falsa Rebecca, as respostas mudam a cada episódio.

16. "Sexy Getting Ready Song" (episódio 1x01)

Uma das primeiras músicas de Crazy Ex-Girlfriend é icônica. Embalando os preparativos da protagonista para uma festa, a canção é sobre as coisas que as mulheres às vezes fazem para se “embelezarem”, tudo com um toque sedutor para despertar a feminilidade de Rebecca.

15. "Dear Joshua Felix Chan" (episódio 1x10)

Disposta a qualquer coisa para reconquistar Josh Chan, Rebecca se torna voluntária em um acampamento de verão para jovens carentes, no qual o rapaz também atua. Em um encontro ao pôr do sol, a protagonista resolve ler uma carta antiga em que declarava seu amor adolescente.

14. "Put Yourself First" (episódio 1x10)

Logo depois de Josh demonstrar pouco interesse nos seus sentimentos de adolescente, Rebecca encontra um espaço seguro para desabafar com as garotas do acampamento, que a ensinam que ela deve se valorizar. A lição de moral vem por linhas tortas, uma vez que as jovens explicam a Rebecca que ela deve se arrumar para ficar bonita para ela mesma, mas sempre de um jeito que seja sexy.

13. "Women Gotta Stick Together" (episódio 1x09)

Outro momento em que Crazy Ex-Girlfriend prega em favor da união feminina é com a música cantada por Valencia (Gabrielle Ruiz) – até então, inimiga de Rebecca –, que fala sobre sororidade e como as mulheres devem se ajudar, sugerindo, por exemplo, que uma completa desconhecida faça as sobrancelhas.

12. "I Have Friends" (episódio 1x03)

Recém-chegada a West Covina, Rebecca decidiu fazer uma festa em sua nova casa para, assim, atrair Josh; o problema era que ela ainda não tinha amigos nem conhecia muitas pessoas para convidar. Essa é uma ótima música sobre amizade (ou sobre a falta dela) e a dificuldade que algumas pessoas enfrentam para se aproximar de outras.

11. "West Covina" (episódio 1x01)

Depois de, acidentalmente, encontrar Josh Chan pelas ruas de Nova York, Rebecca dispensa uma oportunidade imperdível em seu emprego e decide se mudar para West Covina. Ela quer se convencer de que está indo embora porque realmente precisava de uma mudança. A música é uma das que mais grudam na cabeça.

10. "Crazy Ex-Girlfriend" (tema da 1ª temporada)

A abertura da 1ª temporada da série é um excelente resumo do enredo principal, além de ser divertida.

9. "Don’t Be a Lawyer" (episódio 4x03)

A insatisfação de Rebecca com a sua vida profissional é evidente desde o piloto. Já na 4ª temporada, um de seus colegas de escritório decide largar a advocacia para abrir uma loja de pretzel e acaba contratando AJ (Clark Moore), um jovem que quer se tornar advogado. A música é um manifesto que orienta os mais novos a fugirem dessa profissão.

8. "Gettin’ Bi" (episódio 1x14)

Divorciado, pai de uma garotinha, Darryl começa a se aproximar de seu instrutor da academia, White Josh (David Hull). Depois de alguns encontros, o advogado percebe que está se apaixonando e se descobre bissexual, revelando a todo o escritório nesse rock à la Bruce Springsteen.

7. "The First Penis I Saw" (episódio 3x07)

De volta à cidade onde cresceu, Paula reencontra um ex-namorado e começa a relembrar tudo o que eles viveram juntos, inclusive suas primeiras vezes. Nessa paródia de Mamma Mia, ela conta como foi ver o primeiro pênis da sua vida.

6. "I’m Just a Girl In Love" (tema da 2ª temporada)

Em uma referência aos cabarés, Rebecca canta sobre como é ser uma mulher tão apaixonada que chega a ser conhecida como louca. O efeito do “BLAM” ao final da música é um ótimo gancho para qualquer começo de episódio!

5. "I Always Never Believed You" (episódio 4x05)

Esta é mais uma das vezes em que Paula brilha em uma performance! Depois de três temporadas em que seu relacionamento com os filhos só é lembrado para se dizer que ela é uma mãe relapsa e como seus filhos são casos perdidos, agora ela começa a reconstruir uma relação com eles e, diante da mudança do mais velho, ela se orgulha.

4. "Let’s Generalize About Men" (episódio 3x01)

Despretensiosamente, "Let’s Generalize About Men" se tornou uma referência do crescimento do feminismo nos últimos anos. Essa música aponta diversos estereótipos da masculinidade e expõe uma das dificuldades enfrentadas pelas mulheres que tentam discutir o machismo: o famoso “nem todo homem”.

3. "You Do/You Don’t Wanna Be Crazy" (tema da 3ª temporada)

Desde sua abertura, ficamos completamente cientes de que a 3ª temporada mergulha a fundo na mente de Rebecca, trazendo à tona todos os problemas contra os quais ela lutou durante a vida.

2. "A Diagnosis" (episódio 3x06)

É possível dizer que a 3ª temporada de Crazy Ex-Girlfriend é dedicada à discussão sobre saúde mental. É só nesse momento da vida que Rebecca recebe um diagnóstico certeiro sobre seu psicológico e fica claro o quanto isso é importante para qualquer um que enfrente esse tipo de problema. Essa música é um grito de esperança de Rebecca.

1. "Time To Seize The Day" (episódio 4x02)

Talvez essa seja, dentre todas as músicas da série, a mais fácil de gerar identificação e, por isso, ela é a melhor até agora. Com uma melodia que faz referência ao tema da 1ª temporada, "Time To Seize The Day" fala sobre uma das partes da convivência com um diagnóstico de doença mental, quando, muitas vezes, simplesmente sair de casa se torna uma atividade extremamente desgastante.

Como toda lista de melhores ou piores, é claro que esta também não é definitiva, até porque ainda temos alguns episódios pela frente!

Este texto foi escrito por Gabriela Petrucci via nexperts.