Kevin Hart não será mais o apresentador do Oscar 2019.

O ator e comediante havia sido anunciado, na quarta-feira, pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas como o novo mestre de cerimônia da premiação.

Porém, antigos tweets e piadas homofóbicas proferidas por Hart há quase 10 anos ressurgiram na web, custando-lhe o trabalho.

Na quinta-feira, Kevin Hart excluiu algumas publicações mais velhas e compartilhou uma mensagem através das redes sociais tentando se explicar – o que só piorou a situação.

O comediante escreveu: “Pessoal, eu tenho quase 40 anos de idade. Se você não acredita que as pessoas mudam, crescem, evoluem à medida que envelhecem, eu não sei o que dizer. Se vocês querem colocar as pessoas em uma posição onde elas sempre precisam justificar o passado, então eu sou o cara errado”.

De fato foi o cara errado. A Academia deu um ultimato ao ator, que deveria se desculpar publicamente pelos seus comentários no passado ou perderia o cargo de apresentador do Oscar 2019.

Hart optou por deixar a posição de mestre de cerimônia e foi ao Twitter comentar o ocorrido: “Eu fiz a escolha de renunciar o trabalho no Oscar 2019 porque não quero ser uma distração em uma noite que deve ser comemorada por tantos artistas talentosos e incríveis. Eu sinceramente peço desculpas à comunidade LGBT pelas minhas palavras insensíveis do passado. Sinto muito por ter ofendido as pessoas. Estou evoluindo e quero continuar a fazer isso. Meu objetivo é unir as pessoas e não separar”.

Curiosamente, bastava Kevin Hart ter publicado primeiro esse pedido de desculpas, e não ter tentado justificar seus erros do passado, e tudo estaria bem.

A Academia procura agora um novo apresentador para a premiação. Apesar de parecer um trabalho que muitos desejariam, a verdade é que muitos artistas têm recusado o cargo devido ao nível de exigência e às fortes críticas que antigos apresentadores receberam.

Quem você gostaria de ver como mestre de cerimônia do Oscar 2019? Comente abaixo.