Alerta! Este texto contém SPOILERS do episódio 15x08 de Grey’s Anatomy, exibido na TV americana no dia 15 de novembro.

Vocês já ouviram a frase “clichês só são clichês porque funcionam”? Bem, a 15ª temporada de Grey’s Anatomy parece ter abraçado um desses clichês com todas as forças ao criar não um, mas dois (!!) triângulos amorosos ao mesmo tempo.

E ambos foram deixados em uma espécie de suspense para o próximo episódio da série, que só retorna em janeiro de 2019 após a pausa de Natal. Mas vamos aos principais acontecimentos da midseason finale do drama médico.

Declaração de DeLuca

Quando Cece, a paciente casamenteira, diz a Meredith que Link seria um bom partido para ela, DeLuca finalmente toma uma atitude e deixou claro para a cirurgiã (caso ela ainda não tivesse notado) que ele também está interessado. Ele literalmente disse a ela que o considerasse uma opção. Muito bem, mais 15 pontos para a Grifinória... digo, para Andrew DeLuca. Como Meredith fica um tanto quanto sem reação, ainda não sabemos se ele está na frente ou não na corrida pelo coração da protagonista.

Veja também: Grey’s Anatomy: Giacomo Gianniotti comenta triângulo amoroso entre DeLuca, Meredith e Link

Não existem segredos entre irmãs?

Enquanto Maggie reclama (irritantemente, mas com certa razão) sobre seu relacionamento com Jackson, Meredith acaba deixando escapar que Catherine tem um tumor raro e, isso sim, é uma tragédia.

" data-cke-saved-src="/uploads/editor_pictures/000/069/030/content_pic.jpg

Falando em segredos despejados, Teddy finalmente contou a Owen – durante uma cirurgia – que está grávida dele. E praticamente saiu correndo para atender outro chamado, deixando o médico sem palavras e sem respostas.

Levi e Nico

Em um núcleo mais leve da trama, Levi Schmitt decide não aceitar o não de Nico como resposta e – depois de um discurso com várias metáforas nerds sobre sair do armário – os dois acabam se beijando (e provavelmente um pouco mais) na ambulância em que ficaram presos por conta da tempestade.

Maggie e Jackson

Esqueça o acordo de confidencialidade entre médico e paciente, Grey’s Anatomy claramente já esqueceu. Quando Jackson (mais uma vez) tenta fazer as pazes com Maggie, ela o interrompe e diz que precisa contar uma coisa séria para ele sobre sua mãe. Sim, ela está prestes a contar que Catherine tem um tumor praticamente inoperável (sem a autorização da mulher, diga-se de passagem) para o filho dela. Por sorte, ou não, ela é interrompida. Mas vamos chegar lá.

Ah, Grey’s Anatomy e os elevadores...

Não é como se a série não tivesse um histórico com casais em elevadores, mas a coisa sempre pode ficar mais interessante. Enquanto Owen persegue Teddy para terminar a conversa sobre como eles vão ter um filho juntos, os dois entram em um elevador e são imediatamente acompanhados por Amelia, que procurava o ex/marido para informar que decidiu adotar Betty oficialmente. No entanto, ela imediatamente sabe que há algo de errado com os dois.

Em outro elevador, DeLuca – a caminho da cirurgia que vai salvar a vida de Cece – e Meredith têm um encontro embaraçoso após a confissão dele. Nada que não possa piorar para todos os envolvidos. Um apagão deixa os dois grupos presos, ao mesmo tempo que interrompe a conversa de Maggie e Jackson, e se torna mais um obstáculo na cirurgia de Cece. Na falta de um momento de suspense, Grey’s Anatomy deixou logo vários para manter o público na expectativa dos novos episódios.

Mais novidades de Grey’s Anatomy: