O futebol americano não para de crescer no Brasil. Há a legião de fãs do San Francisco 49ers, recrutada durante o auge do time, e a do Patriots, mais recente e apaixonada pelo marido da Gisele. Mas, como gosto não se discute e paixão não se contesta, todas as equipes que compõem a NFL (Liga Nacional de Futebol Americano, em inglês) têm um grande número de seguidores em terras brasileiras. E, como a temporada não dura o ano todo, é preciso recorrer a outros divertimentos além dos jogos de domingo, segunda e quinta à noite. Listamos sete filmes que mostram um pouco mais sobre o esporte da bola oval.

1. O Invencível (Invincible)

Baseado na história real de Vince Papale, O Invencível é mais um exemplo de superação e inspiração no meio esportivo. Mark Wahlberg representa o jogador do Philadelphia Eagles, que deu a volta por cima quando tudo estava dando errado. Depois de perder o emprego de professor, ser deixado pela esposa e virar barman para se sustentar, Vince tem somente uma alegria na vida – seu time do coração. Quando o Eagles anuncia fazer uma seleção de atletas na cidade, o personagem segue o famoso ditado “o não você já tem” e se inscreve. Ao ser escolhido, torna-se o calouro mais velho do time com 30 anos de idade.

2. Somos Marshall (We are Marshall)

Muito similar ao caso do time de futebol Chapecoense, o filme conta a história da equipe de futebol americano da Universidade de Marshall, o Thundering Heads. Em novembro de 1970, um avião que levava os jogadores, a comissão técnica e alguns torcedores colidiu com uma colina e nenhum dos 75 passageiros sobreviveu. O impacto na cidade foi enorme e cogitou-se até fechar o programa de futebol universitário, mas os atletas remanescentes lutaram para manter a tradição viva. O técnico, vivido por Matthew McConaughey, tem a difícil tarefa de reeguer o time ao mesmo tempo em que cura feridas profundas no local e no grupo.

3. Golpe Baixo (The Longest Yard)

Refilmagem do original de 1974, o longa mostra como Adam Sandler vive um ex-astro de futebol americano na cadeia. Depois de ser pego dirigindo bêbado, ele vai para uma das piores prisões do país. Lá, o diretor do local sugere que o protagonista monte um time de prisioneiros para enfrentar os guardas em um jogo. Nasce então a Mean Machine, uma equipe que conta com Chris Rock para driblar os contratempos impostos pelos adversários.

4. No Limite, a História de Ernie Davis (The Express)

Ernie Davis foi o primeiro negro a ganhar o Troféu Heisman, dado ao melhor jogador da temporada de futebol americano. O running back da Universidade de Syracuse inspirou o longa-metragem e com certeza emocionou muitos fãs do esporte. Ele nasceu na década de 1940, época que a segregação racial vigorava nos Estados Unidos, e no esporte não era diferente. Quando se mudou para Nova York e começou a jogar futebol americano, chamou a atenção pela performance, o que o levou a momentos desafiadores dentro e fora do campo. Uma bela história de vida e de trajetória esportiva.

5. Duelo de Titãs (Remember the Titans)

Filmes esportivos geralmente têm mensagens inspiradoras e de superação. Duelo de Titãs é exatamente desse tipo de obra, e do melhor tipo! Baseado em uma história real, da década de 1907, o longa conta a história de Herman Boone, técnico negro vivido por ninguém menos que Denzel Washington. Ele tem que enfrentar conflitos raciais em uma cidade em que o racismo e a segregação falam alto. Ao assumir o comando da equipe de futebol americano de T.C. Williams High School Titans, o personagem também reacende rusgas com a antiga comissão técnica e a comunidade esportiva local. Um prato-cheio para quem curte esporte, drama e boas atuações.

6. Um Sonho Possível (The Blind Side)

Se você curte futebol americano e ainda não assistiu ao filme Um Sonho Possível, corra corrigir essa falha gravíssima. O longa rendeu uma estatueta do Oscar de Melhor Atriz para Sandra Bullock e com certeza vai aquecer o coração até dos fãs mais durões. Baseada em uma história real, o drama conta a trajetória de Big Mike, jovem filho de mãe viciada em drogas, criado em orfanatos. Sua sorte muda ao encontrar Leigh Anne Tuohy, que o convida para morar na sua casa e fazer parte da sua família. Aos poucos, os laços entre eles vão crescendo e o protagonista encontra seu potencial no time de futebol americano da escola e também um futuro.

7. Um Domingo Qualquer (Any Given Sunday)

O discurso de Al Pacino é a prova de que palavras certas, ditas na hora exata e da maneira correta podem promover façanhas. Ele encarna o treinador Tony D’amato, à frente do Miami Sharks, time que tem uma dona inexperiente (Cameron Diaz) e um quarterback veterano (Dennis Quaid) e um de sétima rodada (Jamie Foxx) que disputa a posição. Apesar de não ser uma história real, retrata muito bem os dramas, desafios, tensões e realizações dentro de um time da NFL. A história vai além do gramado, mostra também as interações com a mídia, direção do clube e governo local.

Ficou com vontade de assistir ao Super Bowl LIII?

A temporada 2018 acaba em 3 de fevereiro de 2019, e o jogo final acontece em Atlanta, na Geórgia. O Super Bowl LIII é a 53ª edição da NFL e será transmitido pela CBS. Apesar de os ingressos para a partida final serem os mais caros, há maneiras de participar do maior evento esportivo do ano. Com o Cartão de Crédito Bradesco Visa, é possível ter uma chance a cada R$ 10 gastos, e com o App Bradesco Cartões as oportunidades dobram. São quatro ingressos para assistir ao Super Bowl LIII nos EUA, com direito a acompanhante e tudo pago. Corra e faça o cadastro no site por aqui até dia 30 de novembro.

Esse texto foi escrito por Luiza Lafuente via nexperts.