Alerta! Este texto contém SPOILERS do 8º episódio da série The Walking Dead, exibido pela AMC e pela FOX neste domingo, dia 25 de novembro.

A midseason finale de The Walking Dead, exibida nesse domingo (26) pela AMC e pela FOX, foi marcada pela morte de mais um personagem importante da trama. Jesus, o líder de Hilltop vivido pelo ator Tom Payne, morreu nas mãos dos novos vilões da série, os aguardados Sussuradores.

Ainda que muitos fãs tenham ficados decepcionados com a partida prematura de um favorito dos quadrinhos, seu intérprete revelou ao The Hollywood Reporter que foi uma decisão tomada por ele e pela produção em comum acordo.

“Eu sei que as pessoas vão ficar desapontadas e chocadas, mas eu estou feliz”, conta Payne, que se disse frustrado com a direção que o personagem tomou nos últimos anos e revelou que foi até os produtores expressar sua insatisfação. “Você não consegue evitar se sentir decepcionado quando não tem liberdade para fazer coisas legais no programa”.

Jesus (Tom Payne) e Aaron (Ross Marquand)

O ator disse que – como parte dos fãs – sabia do potencial imenso do personagem, que tem um protagonismo muito maior nos quadrinhos. Segundo ele, foram muitas oportunidades perdidas de boas tramas e, ainda que ele vá sentir falta de Jesus e de The Walking Dead, se diz aliviado por se livrar desse sentimento constante de frustração.

E você? O que achou da saída de Jesus da trama? Concorda com Tom Payne que o personagem poderia ter sido melhor aproveitado? Conta para a gente nos comentários!

Mais novidades sobre The Walking Dead