A Netflix possui um acervo extenso com séries, filmes, documentários, desenhos e afins. Eventualmente, toda essa lista de opções pode confundir o espectador e dificultar na hora de escolher algo para assistir.

Para melhorar a experiência dos nossos leitores e acabar um pouco mais com a nossa vida social, separamos uma lista com 31 séries de ação e aventura disponíveis no catálogo da empresa mais querida do Brasil.

As opções vão de desenhos espaciais a investigações criminosas que nos deixam ainda mais vidrados. Confira com a gente!

1. Agente Carter

Os eventos desencadeados após Capitão América: O Soldado Invernal servem como ponto de partida para Agente Carter. Voltando à terra natal no período pós-guerra, Peggy Carter precisa lidar com as tramas de uma vida dupla, já que, para a sociedade ela é apenas uma telefonista, mas na realidade também exerce uma função em missões secretas para a Reserva Científica Estratégica. A organização é liderada por Howard Stark, fundador das Indústrias Stark e pai do gênio, bilionário, playboy e filantropo, Tony. Sem falar que a jovem ainda está sofrendo pelo desaparecimento do seu grande amor, Steve Rogers, vulgarmente conhecido como Capitão América.

2. As Aventuras de Merlin

O universo de Camelot é maravilhoso e encantador; prova disso são os milhares de fãs da saga do Rei Arthur, Lancelot, Guinevere e companhia. Foram diversas produções, entre filmes e séries, sobre isso, e As Aventuras de Merlin é uma grata surpresa para a legião de seguidores. Imagine como seria a vida do grande mago antes de ser famoso e renomado? Como Arthur agiria na adolescência? A pegada do seriado entretém muito os espectadores e reproduz um conceito que tem dado certo para algumas produções, como Da Vinci’s Demons e Genius.

3. Black Sails

Inspiradas nos eventos do livro "A Ilha do Tesouro", de Robert Louis Stevenson, as aventuras do Capitão Flint e de sua tripulação envolvem todos os espectadores com tramas inesperadas, inimigos que formam alianças sob falsos pretextos, crimes violentos, tesouros escondidos, amores proibidos e cenários espetaculares.

Se isso não convence qualquer pessoa que a série vale a pena, não sei o que o fará. A ilha da Nova Providência, um conhecido paraíso dos piratas, é o foco da Coroa Britânica, que busca acabar com o comércio ilegal e as ações perversas dos "fora da lei". Como se o inimigo real já não fosse uma ameaça suficiente, quem pode manter a ordem se não há honra entre os ladrões?

4. Crossing Lines

Alinhar uma força policial internacional para encontrar criminosos que atuam em diversos países já seria difícil se levássemos em conta apenas as diferenças culturais. Agora, imagine se um membro dessa equipe fosse um viciado em morfina que está em reabilitação? A trama de Crossing Lines explora não só a resolução de crimes multiétnicos, mas também os dramas pessoais e a construção do senso de confiança entre o time.

5. (Des)encanto

Uma das “novas” pegadas da Netflix são os desenhos para adultos, com um linguajar mais parecido com o das séries-padrão. Aproveitando toda a sagacidade de Matt Groening, autor de Os Simpsons, a história narra as aventuras da princesa Bean e seus companheiros, o Elfo e a Luci. No mágico ambiente de Dreamland, nada é muito o que parece ser, e logo Bean entende que as escolhas feitas tanto por ela quanto por seus pais têm consequências duras nas vidas de todos os habitantes do local.

6. Desventuras em Série

A já aclamada história escrita por Lemony Snicket conta as aventuras e infortúnios vividos por três irmãos após a morte dos pais. Quando o tio das crianças, Conde Olaf, assume a tutela delas, os motivos ficam evidentes: a enorme herança deixada pelos falecidos. A produção da companhia de streaming é maravilhosa, assim como as atuações de Neil Patrick Harris (Conde Olaf), Malina Weissman (Violet) e Louis Hynes (Klaus). Com trejeitos deliberadamente exagerados, a série deixa uma marca para quem a acompanha.

7. Dirk Gently’s

Holistic Detective Agency

O escritor Douglas Adams, responsável pelo brilhante "O Guia do Mochileiro das Galáxias", levou o conceito de “não entre em pânico” para Dirk Gently’s Holistic Detective Agency. Todd, interpretado por Elijah Wood (Frodo, de O Senhor dos Anéis), encontra-se em uma enrascada quando um homícidio pra lá de estranho ocorre no hotel onde trabalha. Nessa confusão toda, Todd conhece Dirk, investigador que tem um lema meio estranho, parecido com o de um estudante universitário no fim do semestre: seguir em frente, que as coisas vão se acertar.

8. El Ministerio del Tiempo

Produções em outras línguas, além do inglês, têm sido mais um investimento da Netflix. Com a busca pela diversificação do conteúdo, um dos resultados é aproximar o público local, além de oferecer mais opções de produções independentes. El Ministério del Tiempo mescla diversos ingredientes de sucesso, como fatos históricos, intrigas e muita aventura. Com a permissão de viagens no tempo, os impactos de ações sem uma supervisão são iminentes, por isso uma equipe é contratada para vigiá-las.

9. Falling Skies

Steven Spielberg coleciona produções fantásticas, e esse thriller de ficção científica onde a Terra fica devastada após ser invadida por alienígenas é mais um exemplo disso. Com poucos sobreviventes para tentar organizar uma resistência e lutar, a série mostra a saga de Tom Mason. Com as dificuldades crescendo a cada dia, pessoas comuns precisam formar um exército mesmo sem ter nenhuma experiência. O elenco é recheado de atores renomados, o que dá um respaldo ainda maior para o seriado.

10. Final Space

Reforçando o papel das animações, assim como (Des)encanto já o fez, Final Space tem um enredo bacana, com uma trama leve e intrigante e vários passagens que instigam a reflexão sobre ações com que a maioria das pessoas se identifica. Gary, o astronauta, é a figura central da história, e seu adorável companheiro é o Mooncake. Os personagens têm toda uma essência que é muito bem explorada e se conectam com o público de uma maneira sensacional.

11. The Flash

Das produções recentes da Marvel, The Flash tem sido uma das que encontram mais sucesso. Com diversos conflitos somados às cenas de ação, vilões inesperados e heróis “comuns”, o seriado possui a receita certa para conquistar uma legião de fãs. Barry Allen, o nerd desengonçado que adquiriu superpoderes após um incidente em Starling City, precisalidar com seu trabalho de perito forense, sua paixão platônica pela amiga de infância e novas amizades com pessoas… do mesmo segmento, pode-se dizer assim. A saga explora alguns crossovers, como Arrow e outras séries.

12. Frontier

Jason Momoa, que também encarnou o Aquaman (e é conhecido como "Meu Sol e Estrelas" e "Lua da minha vida"), é o personagem principal do seriado que mostra a tensão no mercado de peles no século XVIII, no continente norte-americano. Os conflitos são resolvidos cara a cara, o que tende a aumentar os ânimos e resultam em machadadas.

13. Inumanos

Após o sucesso de Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D., quando Inumanos foi anunciado, muitos fãs do universo Marvel esperavam um pouco mais da série. Especialmente com as possibilidades de crossovers, referências e possibilidade de aprofundar esse universo tão repleto de informação. Ainda assim, o seriado tem seus momentos ao contar um pouco da história dos Inumanos e em como eles se mantêm longe do conhecimento do grande público e, claro, as reviravoltas por conta do poder.

14. Killjoys

O Canadá sempre deu boas contribuições para o mundo, e Killjoys é mais uma delas. A série tem uma veia de Guardiões da Galáxia, com humor, ação e personagens inesperados. Caçadores de recompensa intergaláticos são convocados para cumprir um mandado de captura bem inesperado.

15. Lost

Uma das mais aclamadas séries dos últimos anos desponta como uma boa opção para quem deseja fazer algumas horas de maratona televisiva. Quando uma aeronave cai em uma ilha deserta, a luta pela sobrevivência é algo diário para o grupo. Com personalidades distintas, os passageiros dessa aventura acabam descobrindo que nada é o que parece ser e que a convivência em um ambiente isolado pode ser mais complicada quando o passado de todos vem à tona. O thriller é empolgante e cativante, já que os eventos que os levaram ao local são revelados aos poucos em cada episódio, assim como novos mistérios surgem.

16. Marco Polo

Como seria a vida dos descobridores na juventude? A série Marco Polo foca nas experiências de um jovem viajante por terras orientais, com muita bravura e pouco conhecimento. Ao ser capturado, Marco vira um consultor para o Khan. Cada episódio desvenda um pedaço da trama e dos acontecimentos que buscam minar o poder do monarca. Ao mesmo tempo, explora a dificuldade de adaptação do personagem a uma cultura completamente distinta, em que qualquer ação pode custar sua vida.

17. Narcos

"Soy el fuego que arde en tu piel." O tema de abertura dá até arrepios nos fãs da produção da Netflix. A série estrelada por Wagner Moura na primeira e na segunda temporadas ganhou muitos fãs no Brasil. Contando um pouco da história de um dos maiores narcotraficantes, Pablo Escobar, o enredo mistura realidade e ficção de maneira primorosa, sem grandes distorções, o que gerou muitos apreciadores do “plata o plomo”. Assistir a apenas um episódio é praticamente impossível.

18. Outlander

Uma enfermeira de combate, em 1945, tem sua vida transformada radicalmente quando é transportada para 1743. De um tempo diferente, com costumes distintos e a tentativa de sobreviver nesse novo ambiente, as aventuras tendem só a crescer. Atuações impecáveis e figurinos bem desenhados marcam o seriado.

19. Perdidos no Espaço

O remake do clássico dos anos 60 traz uma boa dose de efeitos especiais, com cenários deslumbrantes e excelentes atuações. A série é uma saída para matar a saudade da história original ou entreter as pessoas que ainda não conheciam a tão famosa saga. Ao realizar um pouso de emergência, a família Robinson se vê em um planeta desconhecido e com uma difícil tarefa: sobreviver! Os perigos são ainda mais elevados quando mais personagens são envolvidos na trama e, claro que com um passado sombrio, os novos parceiros podem representar mais ameaça à família.

20. Ponto Cego

Uma mala deixada no meio da Times Square, em Nova York. O conteúdo? Uma jovem, nua, coberta de tatuagens e sem memória. Um nome em suas costas a leva até o agente do FBI Kurt Weller, que passa a tentar desvendar esse mistério. Isso porque algumas das inscrições no corpo de Jane (a personagem principal) começam a aparecer como parte fundamental na resolução de diversos crimes.

21. Scorpion

Supermentes unidas em um grupo improvável para a resolução de crimes que o governo estadunidense não consegue concluir. O problema? Bom, supergênios podem ser um pouco complicados na hora de trabalhar em equipe. O líder, Walter O’Brien (inclusive esse é um personagem inspirado em um homônimo real), é um humano fora da curva, com QI elevadíssimo, que consegue resolver problemas de maneiras que a maior parte da população não consegue. Na outra mão, conversar com outras pessoas e admitir suas próprias falhas parece uma atividade hercúlea. No meio disso tudo, várias conspirações, muita ação e uma boa pitada de humor.

22. Sherlock

Uma das mais brilhantes séries disponíveis na Netflix, tanto pela qualidade da produção quanto pelo elenco e por sua atuação. Baseado nas histórias do Sir Arthur Conan Doyle, o seriado mostra como um excepcional investigador desvenda casos com sua indescritível habilidade de dedução dos fatos ao realizar análises que passam despercebidas para a maior parte das pessoas. Com sua personalidade única, a solidão é uma constante em sua vida, mesmo quando seu melhor amigo Watson está por perto.

23. Star Trek: Discovery, Enterprise, Deep Space Nine, A Série Original, Voyager e A Nova Geração

A saga Jornada nas Estrelas é amplamente conhecida pelo público, com diversos fãs espalhados por todos os cantos do planeta. "Vida longa e próspera" é um dos cumprimentos mais icônicos já criados em toda a história da televisão, e, claramente por isso, diversas histórias foram criadas em cima do universo da série. Assim, existem várias derivações da produção original. A mais recente delas é Discovery, exibida também pela Netflix. Para qualquer Trekkie, o serviço de streaming é um prato-cheio para maratonas de confrontos intergaláticos, viagens da nave Enterprise, ousadamente indo aonde ninguém foi antes, regado a muita pizza e pipoca.

24. Supergirl

Como uma boa saga de super-herói, Supergirl tem os ingredientes corretos para fazer sucesso! Na verdade, existem até elementos a mais, já que o papel principal é de uma mulher, algo não tão comum na indústria até uns anos atrás. Prima do Kal-El, Kara também veio de Krypton, conseguiu esconder suas habilidades durante muitos anos e agora desponta como uma das esperanças em sua cidade. Com alguns crossovers envolvendo The Flash e Arrow, a trama reúne alguns detalhes bacanas para quem é fã dessas séries.

25. The 100

A guerra nuclear acabou com a possibilidade de o planeta Terra ser habitado. Sobreviventes? Quatrocentos seres humanos que estavam em 12 estações espaciais. Após 97 anos, a população espacial quase quintuplicou. Com o aumento populacional, os recursos se tornaram mais escassos e, com isso, um grupo de 100 jovens foi selecionado para voltar à superfície para conferir o estado do mundo. O que eles irão descobrir mudará completamente a vida desses passageiros.

26. The Last Kingdom

A mescla de fatos reais com a parte fantasiosa da trama deixa o roteiro de The Last Kingdom ainda mais interessante. Utilizando o período histórico em que parte da Inglaterra caiu na mãos dos Vikings, lá pelo século IX, o seriado explora bem as traições contadas da época, assim como cenas intensas de guerra e suspense. Inspirada nos livros de Bernard Cornwell, a saga é uma boa opção para os fãs de seriados de época da cultura nórdica.

27. Shooter

Uma trama para assassinar o presidente dos Estados Unidos da América tem como principal suspeito o ex-militar e atirador de elite Bob Lee Swagger. O problema? Swagger foi quem ajudou a mostrar os pontos fracos do local onde o ataque aconteceu, e mais: sua arma foi considerada a utilizada para o ataque. Na corrida para salvar sua vida e provar sua inocência, Swagger descobrirá que a história é ainda mais profunda e ninguém é digno de confiança.

28. Troia

Os contos de Homero em "Ilíada" nos levam ao mundo fantástico de Troia e toda sua misticidade. Estudos mais recentes comprovaram a existência do estado-nação, cujo fim foi por meio de guerra. Será mesmo que Aquiles existiu? Helena era de beleza incomparável? O amor entre a princesa e Paris foi o real motivo da guerra? Enquanto os fatos históricos não podem nos dar essas certezas, a trama aborda de maneira excepcional a história e fornece aos espectadores toda a tensão da narrativa.

29. Van Helsing

Parece que matar vampiros está no sangue da família! Após o avô de Vanessa ser um dos maiores caçadores dos sanguinários seres, a jovem resolve tomar conta dos negócios. Bom, primeiro a moça morre. Cinco anos depois, é ressuscitada e descobre que os seres da noite dominaram o planeta, e a Van Helsing da vez é a última esperança dos seres humanos.

30. Vikings

Existe algo a mais do que conhecemos? Quais são nossos limites? Até onde podemos chegar? Pensamentos pouco comuns para muitos dos Vikings, mas frequentes para Ragnar Lothbrok, o que o torna ainda mais especial. Lagertha, sua companheira e guerreira exímia, mostra ainda mais seu poder de batalha a cada novo desafio que a vida lhe oferece.

A trama de como expandir os territórios, conquistar novos mundos e aumentar o poder nórdico sofrerá diversas provações, e as coisas nunca mais serão as mesmas. Um seriado que vale cada episódio, devido ao roteiro sensacional, ao figurino impecável e a atuações que nos prendem a toda cena.

31. The Walking Dead

Já em sua nona temporada, The Walking Dead é um dos seriados com melhor repercussão e público dos últimos anos. O que fazer quando mortos-vivos estão se espalhando e dominando o mundo? Unir aqueles que ainda estão sãos e tentar sobreviver, o que já é uma tarefa bem difícil.

Este texto foi escrito por Luiza Lafuente via nexperts.