Um ator do estado do Novo Mexico, nos Estados Unidos, confessou que se passou como veterano de guerra – após ter cortado o próprio braço – para conseguir mais papéis na indústria de entretenimento.

Todd Lawson LaTourrette, que teve participações em Better Call Saul (na 4ª temporada) e Longmire, admitiu, em entrevista ao noticiário local KOB-TV (da cidade de Albuquerque), que sofre de transtorno bipolar e amputou o braço durante um “surto psicótico”.

Na entrevista, LaTourrette diz que cortou a mão com uma serra circular há 17 anos, em uma época que estava sem medicação, e que a ferida foi posteriormente cauterizada.

“A indústria cinematográfica viu por um ângulo diferente, que eu era diferente, e eles gostaram disso. Eles confiaram que eu era o dizia ser – um veterano de guerra. Fui contratado porque menti” disse o ator.

LaTourrette sabe que sua carreira acabou ao fazer a confissão: “Eu fui desonesto. Estou matando minha carreira ao fazer isso, e se alguém acha que estou querendo chamar a atenção para mim, esse não é o caso. Estou saindo da indústria cinematográfica do Novo México”.

Seu objetivo em admitir que mentiu ao dizer que era um veterano de guerra é, na verdade, para chamar a atenção sobre os problemas da saúde mental e encorajar as pessoas a procurar tratamento: "O poder está em suas mãos para tomar a medicação".

Foto de Todd Lawson LaTourrette.

Nos cinemas, Todd LaTourrette participou de Os Homens que Encaravam Cabras, longa de 2009 com George Clooney.