Dizem que filho de peixe peixinho é. Na carreira policial, sem dúvida essa máxima é verdadeira — pelo menos na ficção! É por isso que, na mais nova série da ABC, o público vai poder acompanhar a geração seguinte de um dos mais icônicos departamentos de polícia da TV: o de NYPD Blue, exibida entre 1993 e 2005 e aqui no Brasil nomeada como Nova Iorque contra o Crime.

Matt Olmstead e Nick Wootton, que trabalharam no original, vão conduzir a nova versão da série, na qual o público vai poder acompanhar os primeiros passos de Theo Sipowicz, um jovem policial que tenta conquistar o respeito dos colegas de corporação em seu início de carreira. Mas ele já vem bem recomendado graças à história do pai, Andy Sipowicz, interpretado por Dennis Franz na versão original.

Mas há uma má notícia para os fãs de NYPD Blue: o pontapé inicial da história (e seu lado mais dramático) é que Theo está justamente tentando investigar a morte de seu pai, que foi assassinado em algum momento entre o fim da 12ª temporada, de 2005, e o surgimento da nova série.

Quem acompanhou a versão original sabe que Theo também já havia perdido a mãe, Sylvia (Sharon Lawrence), no final da 6ª temporada, quando ele ainda era um bebê. Agora, o filho segue os passos do pai e entra para a força policial.

Essa decisão de "assassinar" Sipowicz só foi definida pela emissora depois de tentar trazer de volta o ator Dennis Fraz — mas ele recusou o convite, já que parou de trabalhar. "Eu recebi uma ligação e estou honrado, mas não interessado. NYPD Blue foi um ponto alto da minha vida e carreira, e eu penso nela com carinho. Eu desejo o melhor a todos eles e muito sucesso", disse o ator aposentado ao Deadline.

Mas a passagem de gerações não fica somente na frente das telas. Nos bastidores, um dos diretores da série será Jesse Bochco, filho de Steven Bochco, uma das mentes que criaram NYPD Blue; além disso, a esposa de Steven será produtora.

Confirmada pela ABC e conduzida por ela, em parceria com a 20th Century Fox, a série já está em fase de casting, elencando agora os quatros protagonistas, incluindo Theo. Embora ainda nada esteja garantido, é provável que alguns dos membros da formação original apareçam eventualmente, ainda que fazendo pequenas participações especiais.

Nas 12 temporadas em que esteve em exibição, NYPD Blue foi indicada a 84 Emmys, dos quais venceu 20. Foi uma das mais importantes séries da história da ABC e a mais longa no ar — até a chegada de Grey's Anatomy.

Para o presidente da ABC Entertainment, Channing Dungey, um revival da série faz mais sentido do que um reboot. "Eu não necessariamente quero mergulhar no reboot apenas pelo reboot", disse ao site americano Deadline em agosto. "Eu certamente estou pronto para um reboot se algo me ocorrer com o tom de criatividade certo ou um giro nesse ponto que faça sentido."

Não será preciso, especialmente porque a nova série tem também a bênção do próprio Steven Bochco, que antes de falecer, em 1º de abril deste ano, havia se encontrado com Wootton e conversado sobre um possível retorno da produção.

Os dois responsáveis pela retomada da franquia prometem se esforçar para garantir a sobrevivência dela e a memória de seu criador. "Steven era apenas imperturbável. Todos os escritores, ele nos guardou como se fôssemos seus filhos”, disse Wootton após a morte de Bochco. Olmstead ainda acrescentou: “O homem era um príncipe, um cavalheiro total, e o que ele fez foi mágico. Generoso, gentil e carinhoso, além de ser muito talentoso. Era único!".

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.