Amazon encomenda piloto para adaptação de série britânica sobre um grupo de DJs e seus amigos que vivem no oeste de Londres, em Brentford. People Just Do Nothing foi exibida pelo canal BBC Three entre 2014 e 2018, tendo sido finalizada em sua quinta temporada.

People Just Do Nothing é, originalmente, um “mockumentary”, ou seja: a série adota um formato sério, de documentário, para fazer abordagens satíricas sobre o tema. Os personagens centrais da trama são MC Grindah e DJ Beats, que, na Inglaterra, foram interpretados por Allan Mustafa e Hugo Chegwin.

Os dois amigos dirigem uma rádio pirata chamada Kurupt FM diretamente de uma garagem londrina, de onde fazem transmissões de músicas eletrônicas de drum and bass. Seguindo o estilo documental, os personagens dão entrevistas diretas para a câmera a respeito de suas vidas pessoais e suas carreiras, sobre as quais eles têm opiniões superestimadas, o que garante o tom satírico da série.

Segundo Joe Otterson para a Variety, a adaptação americana se passará na cidade fictícia de North Las Vegas, onde há muitos pequenos centros de compras. Ainda sem nome definido, a série acompanhará as ambições dos DJs e explorará suas relações com seus amigos e familiares, sempre tendo em vista os impactos causados pela busca pelo sucesso.

Para a Amazon, a série será escrita e produzida por Mehar Sethi (It’s Always Sunny in Philadelphia, The Bojack Horseman). Os criadores e produtores da versão britânica Hugo Chegwin, Steve Stamp, Asim Chaudhry e Allan Mustafa também estão envolvidos no projeto.

People Just Do Nothing teve cinco temporadas e foi finalizada depois de ter conquistado prêmios como o BAFTA, em 20017, por melhor roteiro original de comédia, além de diversos reconhecimentos por suas atuações pelo Royal Television Society Awards.

Essas premiações certamente aumentam as expectativas para a entrega do piloto, que ainda não tem data para ser lançado. Por enquanto, ficamos com um dos trailers People Just Do Nothing original:

Esse texto foi escrito por Gabriela Petrucci via nexperts.