A terceira temporada de Demolidor está logo ali na esquina do final de semana, com a Netflix distribuindo de uma vez só um novo ano de sua mais bem-sucedida parceria com a Marvel Entertainment. Desta vez, tudo indica que veremos o maior rival do herói da Cozinha do Inferno, o Mercenário, e uma história influenciada por um de seus arcos consagrados, “A Queda de Murdock”.

Mas quem é o Mercenário? E por que “A Queda de Murdock” é tão incrível? Falamos sobre isso logo abaixo. Entretanto, atenção: mesmo que isso tudo já esteja aí nas prateleiras de bancas, comic shops e sebos há décadas, as informações abaixo podem estragar algumas surpresas.

Veja também: Demolidor: 3ª temporada entrega o melhor da Marvel/Netflix (crítica)

Então, se não quiser correr riscos de spoilers, saia daqui enquanto há tempo e retorne depois de assistir o seriado. Bem, avisado foi.

O Mercenário (Bullseye no original) foi criado em 1969, por Gary Friedrich e Herb Trimpe e apareceu inicialmente em uma revista do Nick Fury. Também conhecido por Lester, Leonard ou Benjamin Poindexter, pouco se sabe sobre sua origem, apenas que ele cresceu no Bronx, onde viveu com seu irmão e o pai abusivo.

Depois de mudar para um lar adotivo, ele passou a desenvolver melhor o arremesso de objetos com o baseball e até teve relativo sucesso no esporte, antes de integrar a National Secutiry Agency (NSA) como assassino. Essa história de origem na verdade é uma revisão do personagem, que veio depois dos anos 2000 e conta até com a participação do Justiceiro.

O Mercenário é um assassino altamente treinado, com habilidade acima da média com armas de fogo e o incrível poder de transformar qualquer objeto em uma arma letal — dada à velocidade e precisão com que ele dispara esses itens. Por isso mesmo, ele tem como assinatura visual um alvo e seu próprio nome quer dizer isso em inglês.

O vilão ganhou reconhecimento mesmo foi com o Demolidor, a partir dos anos 80, quando passou a ser um rival recorrente de Matt Murdock. E a coisa toda se tornou pessoal quando o Mercenário empalou Elektra, anti-heroína que, como todos sabemos, vira e mexe está na cama do advogado cego. Aliás, esta cena está presente na esquecível adaptação do Demolidor com Ben Affleck.

Nessa temporada da Netflix, o Mercenário tem tudo para ser um grande inimigo para o Demolidor, visto que ele tem habilidades que podem realmente dar trabalho para o herói. Será que veremos também o retorno surpresa de Elektra, para que as coisas “fiquem pessoais” também no universo dos heróis de rua do serviço de streaming?

Trama tem vários elementos do clássico “A Queda de Murdock”

O Demolidor é um personagem que conta com fases excepcionais porque nunca sempre andou sozinho, descolado dos supergrupos, e assim os autores puderam contar suas histórias com mais liberdade. Um dos arcos que definiu o herói como ele é hoje foi “A Queda de Murdock” ("Born Again", no original), escrita por Frank Miller e desenhada por David Mazzuchelli — dois autores sensacionais que estavam no auge — em 1986, na revista mensal Daredevil.

Tudo começa quando o Rei do Crime compra uma informação valiosa, conseguida por um informante. Karen Page, prostituída e viciada em heroína, decide revelar a identidade de seu amor distante em troca de dinheiro. Wilson Fisk então começa sua escalada de terror contra Matt Murdock, destruindo sua identidade, profissão e os bens, assim como sua fama como vigilante.

A imagem do herói é manchada com outra pessoa atuando em seu lugar e, em um combate magistral, o Rei do Crime detona Matt Murdock em um combate corpo a corpo. Vencido fisicamente e emocionalmente, o advogado é acolhido na igreja onde ele reconhece… sua própria mãe.

Bem, nas imagens que vimos até agora no trailer, é possível ver vários indícios dessa trama, incluindo o Mercenário, a igreja e a possível mãe dele, assim como o Rei do Crime em seu traje clássico. Assim como nos quadrinhos, também vemos Murdock deixando seu uniforme temporariamente de lado, enquanto reencontra seu caminho.

Claro que não teremos todos os detalhes da trama original, até porque precisaríamos do Capitão América e de um personagem chamado Nuke. Mas, ao que parece, muito dessa história estará nas telinhas e o que foi mostrado é empolgante.

E mais: com o que foi construído até agora com os outros heróis de rua da Marvel na Netflix, pode ser um recomeço para todo esse puxadinho do Marvel Studios no serviço de streaming. E você, está animado para ver? Quando assistir, volte aqui para dizer o que achou!

Relacionado: Demolidor: Netflix divulga trailer oficial da 3ª temporada

Este texto foi escrito por Claudio Yuge.