Atenção! Este texto contém SPOILERS do primeiro episódio da 6ª temporada de Chicago PD.

O episódio de estreia da 6ª temporada de Chicago PD mostrou como o time da Inteligência do Departamento de Polícia de Chicago está partido desde a morte de Olinsky e dos acontecimentos da última season finale.

Com Hank Voight (personagem do ator Jason Beghe) senso investigado, Antonio (Jon Seda) ficou com a liderança da equipe, o que não está sendo bem aceito por Ruzek (Patrick John Flueger), que ainda não perdoou o colega por não mentir pelo sargento.

Ruzek não irá aceitar ordens de Antonio tão facilmente

Segundo o showrunner da série, Rick Eid, os dois ainda vão entrar em conflito algumas vezes na nova temporada, com Ruzek se recusando a seguir as ordens do novo líder.

Antonio Dawson é o novo chefe da Equipe de Inteligência da Polícia de Chicago

Ao menos, Voight deve estar de volta em breve, já que conseguiu fazer um acordo um tanto quanto obscuro com a Superintendente Brennan (Anne Heche). Ela propôs ajuda-lo com o vídeo de vigilância que o incrimina – digamos que ele pode ser considerado ambíguo – se ele apoiar o chefe dela na campanha para prefeito. Como? Resolvendo alguns casos mais rapidamente, e talvez ignorando outros, quando necessário.

Voight faz acordo com a Superintendente Katherine Brennan

Voight aceita o acordo com uma condição: Olinsky (Elias Koteas) deve receber uma carta de exoneração para que sua família consiga receber a pensão do policial, que havia tido seu nome desgraçado e perdido direitos ao ser preso e morrer na prisão. Um motivo nobre para se vender, mas que deve voltar para assombrá-lo quando Brennan voltar para cobrar o favor.

Relacionado:

Os novos episódios da 6ª temporada de Chicago PD vão ao ar às quartas-feiras no canal NBC dos Estados Unidos.