Com a proximidade das estreias da fall season 2018, os realizadores de Chicago PD revelaram algumas novidades sobre a próxima temporada da série.

Após a morte de Olinsky e o incidente envolvendo Voight, “encontraremos a equipe, no início desta nova temporada, em um ambiente despedaçado”, contou o showrunner Rick Eid ao site TV Line.

A investigação sobre o incidente vai “criar muito conflito” no distrito policial, especialmente entre Ruzek e Antonio: “eles estão de coração partido, com as emoções à flor da pele, confusos e com raiva”.

O produtor revelou também que Atwater estará “politicamente mais motivado e ativo” do que era no passado, enquanto Burgess vai analisar o cenário político da polícia de Chicago na esperança de se tornar uma detetive.

A política será mesmo uma parte importante da nova temporada de Chicago PD. “Vamos nos aprofundar um pouco mais na eleição para prefeito e ver como funciona a máquina política em Chicago e como isso afeta o departamento de polícia”, disse o showrunner.

A nova personagem da série, interpretada por Anne Heche, terá também uma função política. A atriz entra no papel da Superintendente Adjunta da polícia de Chicago, determinada a ajudar que seu chefe seja eleito como prefeito para que ela possa subir junto na hierarquia de poder.

“Ela terá um relacionamento muito interessante com Voight e outros integrantes da Inteligência”, contou o showrunner Rick Eid.

Relacionado:

A 6ª temporada de Chicago PD estreia dia 26 de setembro pela NBC nos Estados Unidos.