O que o líder supremo Snoke, de Star Wars, o Caesar, de Planeta dos Macacos, e o Gollum, de O Senhor dos Anéis, têm em comum? Todos tiveram seus movimentos e expressões faciais emprestados por Andy Serkis, considerado o mais talentoso intérprete de criaturas misteriosas que precisam de efeitos especiais no cinema de hoje.

Ele é capaz de criar movimentos perfeitos para cada criatura, os quais fazem toda a diferença no sucesso dos personagens. Para gerar todas as ações e captar cada nuance da performance na interpretação, os produtores utilizam recursos como sensores, jogos de cores e chroma key, ferramentas já bastante conhecidas por quem acompanha o mundo do cinema e curte filmes cheios de efeitos. O Computer Generated Imagery, o CGI, também vem transformando a forma como esse tipo de efeito é conduzido.

A preparação por trás das câmeras para fazer isso tudo acontecer, no entanto, gera cenas hilárias de making of capazes de arrancar boas risadas, com todos aqueles sensores colados no rosto dos atores e pessoas abraçando objetos que não fazem sentido.

Veja uma seleção engraçadíssima de cenas desse tipo:

Jurassic World

Onde é que os produtores iriam buscar Velociraptors para fazer as cenas iniciais de Jurassic World? Mais fácil do que a vida imitar a arte e gerar os dinos em laboratório é a alternativa de recriá-los digitalmente, o que demanda pessoas vestidas em cinza fazendo poses bastante características:

O resultado são cenas clássicas como essa aqui, que ficam perfeitas!

Os Vingadores

Vestir o Thor e o Capitão América não é nada difícil, mas como é que se faz para deixar o Hulk gigantesco daquele jeito? Afinal de contas, embora o segredo do Bruce Banner seja que ele está sempre com raiva, o Mark Ruffalo tem aquele jeitinho de pessoa amável, não é?

E como promover as interações do personagem com os outros heróis? Bom, não é muito fácil, mas eles conseguem!

Quem também precisa de uma mãozinha na hora de vestir a armadura é o Homem de Ferro. Então, caso você já tenha se perguntado: não, o Robert Downey Jr. não precisa gravar as cenas dos filmes da MCU vestido de latão!

Deadpool

Um dos pontos que fazem de Deadpool um filme pra lá de divertido é justamente fazer piada de si mesmo. E a brincadeira com o CGI e os efeitos especiais aparece até no trailer da continuação. Na segunda parte, inclusive, alguns personagens são feitos com essa tecnologia: o Colossus, por exemplo!

Você pode preferir vê-lo assim, no entanto:

Aliás, está aí um personagem que curte cruzar os braços!

As cenas de Deadpool em que os personagem embarcam em um avião são todas compostas dessa forma também!

Superman

Do outro lado do mundo dos quadrinhos, o Superman também precisa de uma ajudinha do CGI para sobrevoar as cidades (e perder o bigode, alguns diriam).

No final do filme, o Henry Cavill estava provavelmente sonhando com um mundo inteiro em verde!

Lanterna Verde

Ainda na seara dos super-heróis, eles são grandes usuários de CGI, já que às vezes é mais fácil criar algo digitalmente do que dar todo o trabalho para o pessoal do figurino — e, muitas vezes, não ter o retorno esperado.

No caso do Lanterna Verde, bem...pelo menos ele estica!

Piratas do Caribe

Se você vai encarar uma aventura em alto-mar, lutar contra o mar todo-poderoso, suas ondas gigantescas e toda a sorte de criaturas, é melhor vestir um modelito adequado para isso, não é? No caso da galera de Piratas do Caribe, o outfit escolhido foram esses maravilhosos macacões cinza.

O Regresso

O jovem gosta é de quê? Isso mesmo, de urso! Mas, se o urso de O Regresso tivesse essa aparência, talvez ele não tivesse atormentado tanto assim os pesadelos do Leonardo DiCaprio.

Alice no País das Maravilhas

Quem fosse interpretar Alice tinha que trabalhar na expressão de surpresa e curiosidade, dada a quantidade de coisas incríveis que a menina foi encontrando ao longo de sua jornada no País das Maravilhas.

Outra expressão na qual Mia Wasikowska teve que investir, no entanto, foi a de controlar a risada. Afinal, não deve ser fácil manter a seriedade quando se anda ao lado de caras vestidos assim:

Depois dos efeitos, no entanto, o resultado foi bem legal!

Saga Crepúsculo

Por falar em segurar a risada, imagine quantas vezes a Kristen Stewart teve que se controlar ao gravar essa cena de Lua Nova?

Chappie

Aliás, interagir com pessoas onde depois serão inseridos animais, coisas, criaturas estranhas e robôs deve ser mesmo algo muito engraçado. Aqui está, por exemplo, a atriz Yo-Landi Visser abraçando Sharlto Copley de um jeito meio tosco...

...mas que depois fez sentido.

Distrito 9

Embora tenha sido filmado de maneira independente, Distrito 9 foi outra produção que utilizou muito essa tecnologia. Não é tão fácil criar aliens cheios de detalhes se você tem que partir de maquiagem e figurino, mas, com a substituição dos atores por personagens digitais, tudo se torna possível!

Tartarugas Ninja

Os novos filmes das tartarugas comedoras de pizza que lutam pela salvação da humanidade também se esforçam muito para tornar seus efeitos críveis. O que muita gente não imagina, no entanto, é que tudo nelas — até mesmo os cascos dos quatro amigos — é feito digitalmente!

As Aventuras de Pi

Um menino preso em um barco com um tigre no meio do mar depois que um navio naufraga. É de se imaginar que a única coisa real nessa história toda seja o menino — no máximo, o barco. E, de fato, toda a cena foi filmada em estúdio em um cenário editado digitalmente depois.

Há inclusive algumas cenas em que o animal interage com o menino. Nessas partes, o CGI envolveu uma espécie de um boneco azul.

Guardiões da Galáxia

Outro filme que não seria nada parecido com o resultado final sem o CGI é a história de Peter Quill e seus colegas Gamora, Drax, Groot, Rocket e companhia. Quer dizer, era óbvio que o Groot era um efeito digital, mas quem diria que mesmo as roupas dos outros personagens eram construídas dessa forma, não é?

Mas é assim mesmo!

Harry Potter

Várias partes da saga Harry Potter são montadas a partir do uso de efeitos especiais. Essa cena dos livros sendo colocados com mágica na estante é superinteressante, e agora sabemos como ela foi feita!

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.