Alerta! Este texto contém grandes SPOILERS do final da série Sharp Objects. Prossiga se não se importar em saber as principais revelações da trama.

"Não conte para a mamãe", mas a verdadeira assassina das meninas de Wind Gap não foi revelada até (literalmente) os segundos finais do último episódio de Sharp Objects, exibido no domingo (26) pela HBO.

Sem mudar drasticamente a revelação dramática que os leitores da obra de Gillian Flynn conheciam, Adora (Patricia Clarkson) é presa pelo envenenamento de suas três filhas – que resultou na morte de Marian (Lulu Wilson) tantos anos atrás – e pelo assassinato de Ann e Natalie, mas só é culpada do primeiro crime.

Camille (Amy Adams) descobre que sua família é a culpada pela maioria das tragédias em Objetos Cortantes

Quando Camille (Amy Adams) deixa a cidade de vez para retornar à Saint Louis, dessa vez levando a irmã Amma (Eliza Scanlen) a tiracolo, parece que as duas vão conseguir finalmente viver uma vida normal longe dos abusos da mãe.

Final feliz, certo? Espere só mais um minuto (afinal essa série já nos fez esperar tantos).

Ao despretensiosamente arrumar um detalhe da sinistra casa de bonecas de Amma – que obviamente levou a preciosidade para o apartamento em que agora vive com a irmã –, Camille descobre os dentes das vítimas transformados em um piso da mini mansão Crellin.

Imediatamente a expressão de horror da jornalista mostra que ela compreendeu tudo: a irmã mais nova é uma assassina fria e calculista. No mesmo momento, Amma entra no quarto e vê sua irmã descobrindo seu segredo. Ela suplica, com medo (falso ou verdadeiro?) nos olhos, a mesma frase que repetiu tantas vezes ao longo da série: “Não conte para a mamãe”. Fim.

Sim, nesse exato momento a tela escurece e, com a protagonista e o público desvendando o mistério (sem maiores detalhes), a série acaba. Mas os criadores decidiram incluir algumas violentas cenas entre os créditos finais que mostram a adolescente cometendo os crimes com a ajuda de suas amigas patinadoras.

Amma é a verdadeira assassina das meninas de Wind Gap em Sharp Objects

No entanto, a grande diferença para o desfecho descrito pela autora de “Objetos Cortantes” é que o livro desenvolve mais a descoberta de Camille, descrevendo a prisão de Amma, sua confissão e indicando que a jornalista finalmente começa a encontrar paz que nunca teve.

Receio que a simples descoberta, sem a visualização de uma consequência para a garota, possa não satisfazer parte do público, mas considerando o quão sombria a produção foi durante toda sua temporada, faz sentido que não apresente um final inteiramente feliz.

E, vale lembrar, os showrunners garantiram que se tratou de uma minissérie, ou seja, não haverá uma 2ª temporada.

E você? O que achou do final de Sharp Objects, satisfatório ou frustante? Conta para a gente nos comentários.

O Minha Série comemora 10 anos em 2018 trazendo novidades em conteúdos e serviços aos leitores. Queremos saber também o que você gostaria de ver em nosso site; entre em contato conosco através do email – contato@minhaserie.com.br – e mande suas sugestões.