Mesmo com o apoio público de celebridades e do próprio elenco de Guardiões da Galáxia, a Disney e a Marvel decidiram manter a decisão de não recontratar James Gunn.

O diretor foi demitido da produção de Guardiões da Galáxia Vol. 3 por conta de uma série de tweets antigos com piadas sobre pedofilia e estupro.

A notícia chega após uma última reunião entre Gunn e o presidente do estúdio, Alan Horn, que o informou que sua demissão era oficial. Fontes internas dizem que o presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, tentava uma segunda chance para o cineasta, mas por fim aceitou o veredito da Disney.

Decisão final: Disney confirma que manterá demissão de James Gunn

A Marvel Studios ainda não tem um substituto para Gunn, responsável pelo roteiro e direção da trilogia dos Guardiões da Galáxia desde o primeiro longa.

Veja também:

O Minha Série comemora 10 anos em 2018 trazendo novidades em conteúdos e serviços aos leitores. Queremos saber também o que você gostaria de ver em nosso site; entre em contato conosco através do email – contato@minhaserie.com.br – e mande suas sugestões.