Em maio passado, o canal americano FOX tomou a decisão nada popular de cancelar a série Lucifer após três temporadas, gerando revolta entre seus fãs.

Desde então, os executivos da emissora têm se explicado sobre os motivos que levaram a cancelar o programa – apenas para ver a Netflix salvar Lucifer e anunciar a produção da 4ª temporada.

Na época, o presidente da FOX americana, Gary Newman, já havia explicado por que cancelou Lucifer, justificando a decisão com base nos números de audiência e na produção dos episódios por um estúdio de fora.

FOX volta a explicar por que cancelou Lucifer

Agora, durante a apresentação da FOX no TCA (Television Critics Association), Newman comentou novamente esse caso.

“Nós nos divertimos muito trabalhando com o elenco e com os produtores executivos da série. Funcionava bem para nós. Mas ao nos preparar para a próxima temporada, analisamos o tamanho da audiência, que estava começando a ficar muito pequena. Além disso, o fato de Lucifer ser de um estúdio externo não nos favorecia economicamente. Não era um programa barato, e percebemos que, no final das contas, Lucifer não estava alcançando um público amplo o suficiente de uma forma que funcionava para nós”, disse Walden aos jornalistas.

“Nós pensamos muito sobre a decisão de cancelar a série”, acrescentou. “Tivemos muitas conversas”, explicou o presidente da emissora ao revelar que nunca consideraram voltar atrás da decisão, mesmo com o apelo popular e as campanhas online.

A Netflix resgatou a série Lucifer em junho, cerca de um mês depois do canal americano FOX decidir pelo seu cancelamento. A companhia de streaming anunciou a produção de uma 4ª temporada com 10 episódios inéditos.

Veja também:

O Minha Série está comemorando 10 anos em 2018 com novidades aos nossos fãs: conheça o Clube Minha Série, o nosso perfil no Instagram e não deixe de assinar a newsletter Intervalo, que traz semanalmente conteúdos exclusivos em um formato especial.