Alerta! Este texto contém SPOILERS do episódio 5x13 de The Originals.

Acabou! É só isso, não tem mais jeito, boa sorte. O episódio 5x13 encerrou de vez a trama de The Originals, mas não é o fim da família Mikaelson, apenas de alguns de seus membros.

“When The Saints Go Marching In” começou no exato momento onde deixamos Klaus (Joseph Morgan) e Elijah (Daniel Gillies) na semana passada, com o primeiro querendo se matar com a estaca de carvalho branco e o segundo tentando impedir o irmão.

Mas foi Hope (Danielle Rose Russell) quem salvou o dia (por agora), usando sua magia para “apagar” o pai antes que ele se sacrificasse por ela. O trio então retorna à Nova Orleans somente para uma rodada de despedidas, já que o destino de Klaus é inevitável e sua solução parece realmente a mais sensata. Por incrível que pareça.

" data-cke-saved-src="/uploads/editor_pictures/000/064/434/content_pic.jpgKlaus (Joseph Morgan) e Hope (Danielle Rose Russell) em cena do episódio 5x13 de The Originals

Com sua condição piorando, o híbrido – que agora carrega toda a magia negra que estava em Hope – começa seu processo de deterioração rapidamente, com direito a alucinações com os fantasmas de Mikael (Sebastian Roché) e Camille O’Connell (Leah Pipes). Enquanto o pai tentava fazê-lo assassinar a própria filha, a ex fez o papel de anjo no ombro dele. Quem também retorna para ver Klaus antes do fim é Caroline (Candice King), e, ainda que este não tenha sido o final que os fãs do casal Klaroline esperavam, foi uma bonita homenagem.

Caroline (Candice King) e Klaus (Joseph Morgan) em cena do episódio 5x13 de The Originals

Ela cobra o famoso tour pela cidade que ele a prometeu em uma mensagem de voz – que inclusive ela o faz ouvir! – a mesma de quando ele deixou The Vampire Diaries para protagonizar sua própria série.

Veja também: cena deletada de Klaus e Caroline no episódio 5x13 [SEM SPOILERS]

É Caroline que acaba convencendo Klaus a se despedir apropriadamente do resto de sua família. E, quando ele admite não saber dizer adeus, ela demonstra seu ponto dando um beijo nele e indo embora sem olhar para trás. Klaus então reúne sua família para um último jantar, que serviu para que nós tivéssemos um último momento descontraído entre os Mikaelson, mas também para que o público – e o próprio Klaus – soubesse que, mesmo órfã, Hope não estará desamparada.

Klaus (Joseph Morgan) em cena do episódio 5x13 de The Originals

Mas, antes do fim trágico, vamos aos finais felizes: como parte de sua despedida, Klaus pede desculpas à Rebekah (Claire Holt) por ter ficado no caminho de sua felicidade e a informa que existe uma cura em Mystic Falls destinada a ela. Devolver a humanidade a sua irmã, o maior desejo da mulher desde que a conhecemos em The Vampire Diaries, não só é parte da redenção do híbrido, mas faz com que ela finalmente aceite se comprometer com Marcel (Charles Michael Davis) e começar uma vida juntos.

Entenda melhor: entenda a ligação entre o final de Rebekah e Damon Salvatore

Falando em novas famílias, Freya (Riley Voelkel) e Keelin (Christina Moses) também decidem começar a sua com a ajuda de Vincent (Yusuf Gatewood). Elas pedem que o bruxo as ajude a conceber seu primeiro filho e, após uma relutância inicial, ele concorda em ceder o “material necessário” para isso. Kol (Nathaniel Buzolic) ganhou um “eu te amo” de Klaus, o que já é mais do que o suficiente para o Mikaelson menos apegado.

Marcel (Charles Michael Davis), Rebekah (Claire Holt), Keelin (Christina Moses), Freya (Riley Voelkel), Kol (Nathaniel Buzolic) e Elijah (Daniel Gillies) em cena do último episódio de The Originals

E agora, para completar o “Always and Forever”: Elijah. Em uma atitude que poderia ser descrita como “um clássico de Elijah”, ele não permite que o irmão morra sozinho, e descobrimos que ele próprio havia absorvido parte da magia negra para desacelerar a morte de Klaus. Os dois então simultaneamente devem ser empalados pela estaca de carvalho e ir para o outro lado juntos, como sempre.

Inclusive, ao perceber que o irmão tem medo de só haver escuridão esperando por ele (afinal, Klaus foi um monstro por grande parte de sua vida), Elijah o tranquiliza dizendo que o que quer que os espere não é preciso ter medo, pois estarão juntos. Lembrando que a redenção de Klaus sempre foi o objetivo do irmão mais velho dos Mikaelson e que ele sabe que Hayley o espera para a dança prometida no pós-morte sobrenatural.

Elijah (Daniel Gillies) e Klaus na sequência final do episódio 5x13 de The Originals

Dependendo do seu ponto de vista, todos os Vampiros Originais conseguiram seus objetivos ou atingiram a mudança de atitude necessária para ficarem em paz. Rebekah será humana, Elijah conseguiu redimir o irmão, Klaus sentiu amor incondicional por sua filha e, sendo mais egoísta dos seres, fez um sacrifício em prol de outros.

The Originals encerrou não só sua própria história, mas também dá a sensação de um final mais concreto para The Vampire Diaries. Ainda que Legacies venham por aí, a ideia é que seja uma nova geração que apenas referencia os personagens que conhecemos. É o fim de uma era, ou melhor, milênios.

O Minha Série está comemorando 10 anos em 2018 com novidades aos nossos fãs: conheça o Clube Minha Série, o nosso perfil no Instagram e não deixe de assinar a newsletter Intervalo, que traz semanalmente conteúdos exclusivos em um formato especial.