Orange Is the New Black chegou à sua 6ª temporada e parece estar tomando um novo rumo. O principal fato que indica isso é que a protagonista finalmente saiu da prisão.

Não que seja ruim: Piper Chapman é uma das protagonistas mais insossas que o mundo das séries já nos apresentou. É preciso dizer que não é culpa da atriz, Taylor Schilling. Entretanto, além de completamente sem graça, Piper não tem uma história tão interessante quanto as suas colegas de cela: ela se envolveu com tráfico de drogas no passado e, dedurada por sua ex-namorada, larga sua vida perfeita de noiva branca e classe média por algum tempo. Então, não foi surpresa nenhuma quando os fãs começaram a pedir à produtora Jenji Kohan que matasse a personagem.

Então, no fim da 6ª temporada, uma luz no fim do túnel: Piper foi solta antes do esperado, assim como Blanca (Laura Gómez) e Sophia (Laverne Cox). E isso obviamente gera algumas questões sobre o futuro de Orange Is the New Black. Confira a lista abaixo!

1. O que vai acontecer com Piper?

É improvável que a saída da cadeia signifique que nunca mais veremos a personagem, até porque acompanhamos a vida exterior de vários outros, inclusive Aleida (Elizabeth Rodriguez), uma ex-detenta. Tudo indica que acompanharemos sua tentativa de readaptação à sociedade, enquanto ela busca fazer seu casamento com Alex (Laura Prepon) funcionar. Apesar disso, parece difícil que ela continue a ter tanto destaque, e isso podemos comemorar.

Outro ponto a se observar é que a trama é baseada na autobiografia de Piper Kerman, que inspirou a personagem. Não é tão fiel ao livro, mas muitos personagens e afins mostram vários aspectos em comum com a história de Kerman. E, agora que Chapman demonstrou ter interesse em relatar suas experiências em um livro, as duas narrativas podem convergir.

Além disso, seria um interessante paralelo contrapor a readaptação de uma mulher branca e classe média e a de Aleida, que teve diversas dificuldades por ser pobre, latina e mãe de várias crianças.

2. Taystee vai pagar por um crime que não cometeu?

Nas últimas temporadas, Taystee (Danielle Brooks) foi uma das personagens que mais sofreram na trama. Ela teve que lutar por justiça em nome de sua melhor amiga, Poussey (Samira Wiley), que morreu por conta de um policial na 4ª temporada. Após a rebelião, ela sofreu muito ao ser traída por suas amigas e pelo sistema prisional.

Caputo (Nick Sandow) se mostrou um inesperado aliado, defendendo-a e buscando ajuda de movimentos como o Black Lives Matter. Mas ela acabou sendo (injustamente) incriminada pela morte de Piscatella (Brad William Hemk) e pode ter que pagar essa pena. É claro que ela tem a chance de apelar da decisão do júri, e esperamos que isso traga um final mais feliz para Taystee.

3. Alex, Nicky e Frieda vão ficar bem?

Não dá para negar que elas são algumas das personagens favoritas da série: Alex faz fãs torcerem por sua relação conturbada com Piper; Nicky (Natasha Lyonne) é adoravelmente problemática, e Frieda (Dale Soules) é completamente maluquinha e esperta ao mesmo tempo. Mas a temporada não foi boa para elas. Tentando salvar Red (Kate Mulgrew) e Lorna (Yael Stone), Nicky acabou tendo problemas com o terror da segurança máxima, Barb (Mackenzie Phillips) — que passou a temporada toda perseguindo Frieda. Para piorar, Alex prometeu trabalhar para a irmã de Barb, Carol (Henny Russel), para manter Piper segura.

Felizmente para as três, tanto Carol quanto Barb estão mortas. Mas Badison (Amanda Fuller) ainda está por aí, assim como outras colegas de Carol e Barb. Será que elas estão a salvo definitivamente?

4. Voltaremos a ver Blanca e Sophia?

Assim como Piper, as duas também ganharam liberdade mais cedo. Entretanto, não foram duas saídas felizes. Blanca, personagem de Laura Gómez, precisou apenas botar os pés para fora de Lichfield para ser conduzida para a deportação de imigrantes. Para piorar, ainda assistimos a seu namorado esperar por ela, sem ter ideia do que acontecia. Interpretada por Laverne Cox, Sophia também não teve uma saída tranquila. Para poder reencontrar sua esposa e seu filho, ela fez uma delação acusando Taystee pela morte de Piscatella — e, como falamos acima, ela foi considerada injustamente culpada.

Parece improvável que voltemos a ver Sophia, uma vez que seu arco narrativo não tem muito mais a ser explorado. Blanca, por outro lado, tem mais chances de retornar à serie. O que pode indicar isso é a cena de Linda (Beth Dover) revelando que a PolyCon está se envolvendo no ramo de encarceramentos em centros de detenções de imigrantes. Como esse horrível assunto está acontecendo, é possível que a série resolva explorar o assunto, e Blanca pode estar envolvida.

5. Como Morello vai ficar sem seu bebê?

Ao consumar seu casamento com Vince (John Magaro), Lorna Morello acabou engravidando. E, uma vez na cadeia, era óbvio que ela não ficaria muito tempo com a criança. Além disso, outro fator aparece na equação: ela sofre de vários problemas psiquiátricos, que não são bem tratados na prisão. E por mais que ela tenha melhorado nas últimas temporadas, ser afastada de seu bebê pode prejudicar esse processo. É claro que Vince e Nicky vão apoiá-la, mas será o bastante? Ser uma mãe forçadamente ausente não é nada fácil, como vimos acontecer com Maria (Jessica Pimentel).

6. Os problemas de Daya algum dia terão fim?

Desde o início da série, a doce Daya (Dasha Polanco) nunca teve paz. Filha mais velha de Aleida, ela também acabou se envolvendo com o traficante que mandou a mãe para a cadeia e teve o mesmo destino. Foi coagida a se envolver com um guarda abusador para poder denunciá-lo e afastá-lo de Lichfield. Apaixonou-se por outro guarda que parecia adorável, mas o sujeito a abandonou assim que descobriu que ela estava grávida. Entregou sua filha para adoção. Atirou em um guarda e acabou sendo tomada como uma das líderes da rebelião, o que aumentou sua pena. Como se não bastasse, na 6ª temporada, Daya acabou se viciando em drogas.

Ela vive completamente desesperançosa de qualquer coisa na vida: a única coisa que importa são distrações momentâneas, e isso fez com que seu vício aumentasse rapidamente durante a temporada. Para piorar, é Aleida que ajuda Daya a contrabandear drogas — e é difícil julgá-la, já que tem vários outros filhos e precisa urgentemente de dinheiro. Mesmo que ela saiba que Daya está consumindo boa parte das drogas, é como se ela considerasse a primogênita um caso perdido. Mas será que ela vai continuar com isso ao descobrir que a filha teve uma overdose?

Este texto foi escrito por Verenna Klein via nexperts.