A promotoria do estado de Los Angeles decidiu não prestar queixas das acusações de estupro contra o ator Ed Westwick devido à falta de evidências.

Westwick, mais conhecido por seu papel em Gossip Girl, foi acusado em novembro de estuprar duas mulheres e agredir sexualmente uma terceira, no ano de 2014. A atriz Kristina Cohen fez a primeira alegação em um post no Facebook, escrevendo que Westwick a estuprou em sua casa em West LA. Na sequência, outras duas supostas vítimas se pronunciaram com seus próprios relatos, a atriz Aurelie Wynn e Rachel Eck.

Os promotores disseram, por meio de um memorando à imprensa, que duas das mulheres forneceram testemunhas para corroborar suas histórias, mas “essas testemunhas não foram capazes de fornecer informações que permitissem à promotoria provar qualquer incidente sem deixar margens para dúvidas”. O documento também diz que novas vítimas fizeram acusações sobre toques inapropriados, mas os incidentes ficaram fora da jurisprudência da promotoria.

Ed Westwick não será processado por acusações de estupro

Westwick negou veementemente as alegações contra ele, chamando-as de "comprovadamente falsas". O ator estaria em uma adaptação da BBC de “Ordeal by Innocence", de Agatha Christie, mas o papel foi dado a outro ator depois que as acusações foram divulgadas.

O Minha Série está comemorando 10 anos em 2018 com novidades aos nossos fãs: conheça o Clube Minha Série, o nosso perfil no Instagram e não deixe de assinar a newsletter Intervalo, que traz semanalmente conteúdos exclusivos em um formato especial.