ALERTA: CONTÉM SPOILERS!

A gente tem duas palavras para começar este texto: Meredith e Derek. Os fãs de Grey's Anatomy passaram várias temporadas torcendo para a Addison deixar o McDreamy para a protagonista da série. Depois de muitas idas e vindas e um amor inegável, eles finalmente formaram uma família linda: casaram usando um post-it como documento oficial, adotaram Zola e tiveram mais dois filhos. Tudo estava bem, até que Derek morreu.

Foi precoce? Foi! Foi triste demais? Foi! A gente se estrebuchou de tanto chorar junto com o elenco da série? Sim. Mas, ao menos eles tiveram a chance de viver um tempo juntos e curtir a companhia um do outro, formar uma família e aproveitar um amor eterno enquanto durou, como diria o poeta.

Diferente, portanto, de alguns dos casais dos quais a gente vai falar em seguida! A atração entre esses caras era inegável e, em alguns casos, todo mundo sabia que era amor. Em outros, os próprios personagens pareciam não enxergar o quanto os fãs – impregnados pela ilusão do amor romântico – torciam para que eles se amassem e continuaram amigos por toda a eternidade.

Às vezes, é bem melhor assim, não é?

Alguns chegaram a trocar beijocas e olhares. Outros até namoraram por um tempo, mas o relacionamento durou bem menos do que a torcida gostaria. Para o bem ou para o mal, o fato é que os personagens a seguir não apenas não terminaram a série juntos, como também não chegaram a consolidar o seu amor por muito tempo – tiveram apenas relacionamentos breves.

Confira com a gente quem são eles!

1. Mulder & Scully, Arquivo-X

Se Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson) deveriam ou não estar nesta lista, é algo bastante controverso. Afinal de contas, os dois chegaram a ter mais do que uma oportunidade de ficar juntos – e ficaram! Mas o fato é que esse é praticamente o casal que inventou o ship, já que espectadores do mundo inteiro torceram muito pela aproximação romântica dos dois antes mesmo do início da internet como a conhecemos hoje.

E, embora eles tenham ficado juntos, com Arquivo-X nós sabemos que a coisa não é bem assim, e os dois já se separaram incontáveis vezes desde que consumaram seu amor.

2. Jon Snow e Ygritte, Game of Thrones

Eles estavam em lados inimigos da guerra, mas não há oposição política que vença o amor! Com Jon quebrando seu voto de celibato e indo contra todas as regras possíveis, eles ficam juntos por um tempo e o relacionamento chega a ter um papel importante na aliança entre Westeros e o povo para além da Muralha. No entanto, a felicidade não durou muito, e eles se separaram; por fim, Ygritte morre quando os selvagens atacam a Muralha.

Curiosamente, Kit Harrington e Rose Leslie começaram a namorar durante as gravações da produção HBO e se casaram há pouco tempo.

3. Poussey e Soso, Orange is the New Black

Soso (Kimiko Glenn) soube ser uma pedra no sapato durante boa parte de Orange is the New Black, mas, quando se aproximou de Poussey (Samira Wiley) e as duas começam um relacionamento, o casal encantou os fãs, e a torcida começou. Especialmente pelo carisma de Poussey, que desde a primeira temporada trazia alegria para a série em sua amizade com Taystee (Danielle Brooks), a separação das duas com a morte de Poussey é tristíssima e chocante.

Por falar em Orange is The New Black, outro casalzinho que arrancava suspiros era o formado por Piper (Taylor Schilling) e Alex (Laura Prepon), mas a morena consegue liberdade. Não fosse pelo retorno dela à prisão, talvez Piper e Alex também estivessem nesta lista!

4. Lorelai e Christopher, Gilmore Girls

A Rory (Alexis Bledel) é o produto mais concreto do amor adolescente de Lorelai Gilmore (Lauren Graham) e Christopher Hayden (David Sutcliffe). Embora houvesse uma grande expectativa de que eles fossem se casar quando a gravidez foi anunciada, Lorelai surpreende a todos fugindo de casa e criando Rory sozinha.

Mais de uma década depois, no entanto, Christopher reaparece, e eles passam o tempo todo ensaiando um retorno. A faísca acontece toda vez que eles se encontram e, por mais que Luke Danes seja a melhor pessoa do mundo, é inevitável torcer um pouquinho para que os pais da Rory terminem finalmente juntos.

Em mais um caso de timing que não presta, eles acabam sempre sendo empurrados em direções opostas por diferentes motivos.

Na série, Rory parece ter herdado o "talento" para os relacionamentos não muito bem resolvidos. Seu primeiro amor, Dean, é o melhor exemplo disso. Ela ainda se envolve com Jess e Logan, e cada fã de Gilmore Girls tem um favorito – que, para muita gente, é na verdade Marty, o cara mais gente boa que ela conheceu, mas com quem nunca ficou.

5. Lexie e Mark, Grey's Anatomy

Você não achou mesmo que a gente ia parar em MerDer, né? Já que o drama é de família, vamos falar de outra Grey. Lexie (Chyler Leigh) teve muitos interesses românticos desde que chegou de supetão ao elenco da série. Depois de Alex, George e Jackson, ela se entrega completamente ao que sente pelo Dr. Mark Sloan (Eric Dane), o McSteamy.

Eles namoram, ela chega a praticamente se mudar para a casa dele durante algumas semanas, mas ambos se separam depois de não muito tempo juntos. Quando as coisas parecem que vão se ajeitar, o pior acontece: o temível acidente de avião tira a vida de Lexie e coloca McSteamy em um coma, de onde ele nunca mais saiu.

Durante seu tempo em Grey's Anatomy, o casal foi um dos mais shippados e acumulou torcida entre os adoradores da Shondaland. Essa cena, quando Lexie percebe que está morrendo, é um verdadeiro incentivo para sentar em um canto em posição fetal e chorar.

Se a gente fosse ser mais detalhista, esta lista inclusive viraria só em Grey's, já que vários casais começaram bem, mas não terminaram juntos – ao menos não até agora! Tivemos a própria Elis Grey e o Chefe Webber, Alex e Izzie, Izzie e Danny, Arizona e Callie (ao menos até agora, né?), April e Jackson, Cristina e Burke, depois Cristina e Owen, Owen e Amelia, Owen e Teddy, Teddy e Henry... A lista vai ao infinito e além!

6. Clarke e Bellamy, The 100

Quando os cem jovens presos chegam à Terra para investigar a possibilidade de sobreviver por aqui depois de uma guerra nuclear, Clarke Griffin (Eliza Taylor) era destemida, cautelosa e cheia de espírito de liderança. O problema é que ela estava tentando coordenar um grupinho de rebeldes que não curtiam regras, entre eles Bellamy Blake (Bob Morley), que conseguiu dar um jeitinho de entrar na nave mesmo já sendo maior de idade, para proteger sua irmã Octavia (Marie Avgeropoulos).

Logo de cara, Bellamy se encaminhava para ser um vilão insuportável, mas a química entre ele e Clarke foi tão grande que a série deu um jeito de fazer os dois se acertarem – é como dizem, "o inimigo do meu inimigo é meu amigo". Mas eles se uniram e se reconheceram tanto que, em várias ocasiões, só faltou beijar, mesmo.

Mas o timing dos dois não tem sido bom e, convenhamos, eles nem têm tido muito tempo de se envolver romanticamente entre massacres, desastres e golpes. Ao menos não um com o outro, já que Clarke teve Finn, Niylah e Lexa para se relacionar, e Bellamy – depois que desistiu de passar o rodo na moçada, em uma leva que incluiu até mesmo Raven – parece ter se acertado com Echo (Tasya Teles).

Não é exatamente um casal pelo qual as pessoas torcem e, como a série não terminou, ainda há esperança. Porém, nosso palpite é de que isso não vai acontecer. Até lá, mente e coração continuam trabalhando juntos para salvar o mundo na quinta temporada.

7. Jack Bauer e Renee Walker, 24 Horas

Renee Walker (Annie Wersching) entrou na vida de Jack Bauer (Kiefer Sutherland) com uma intimação. A agente do FBI que tenta impedir, a todo custo, os eventos do dia 7 acaba se aproximando de Jack, e a química rola solta entre os dois nas temporadas 7 e 8, das quais ela participa.

No entanto, algumas horas depois de salvar a vida de Jack, que estava prestes a ser executado, Renee vai até o apartamento dele, e ambos finalmente se beijam e passam a noite juntos, para o delírio dos shippers!

A alegria, no entanto, não durou muito. Na manhã seguinte, Renee é baleada no quarto de Jack e, apesar do esforço dele em levá-la ao hospital, a moça não sobrevive.

8. Will e Alicia, de The Good Wife

Apesar de todo o seu charme e boa pinta, é difícil acreditar que qualquer fã de The Good Wife tenha torcido por Peter Florrick (Chris Noth). Quando se trata de Alicia (Julianna Margulies), o maior ship de todos dizia sempre respeito a Will Gardner (Josh Charles).

Embora tenham tido um caso durante a época da faculdade, eles não continuaram juntos, e Alicia se casou com Peter e teve dois filhos. Quando o marido vai preso, e os bens do casal são congelados, Alicia precisa voltar ao mercado de trabalho, e é Will quem abre as portas de sua empresa para a antiga amiga.

É impossível ignorar o clima entre os dois, mas Alicia continua amarrada ao legado do marido, e o timing continua sendo ruim – com uma "ajudinha" de Eli Gold, né?

No final da segunda temporada e início da terceira, eles finalmente ficam juntos por um tempo, mas os encontros não duram tanto, em virtude das confusões da vida política de Peter. E aí, quando ninguém esperava, no episódio "The Last Call" – final da quinta temporada –, Will perde a vida em um tiroteio em pleno tribunal. Acaba o sonho do romance entre os dois!

Apesar de ser o principal de todos os ships que envolvem The Good Wife, esse não é o único. A série é cheia de casos não concluídos. A investigadora Kalinda Sharma (Archie Panjabi) e a agente do FBI Lana Delaney são outro casal pelo qual os fãs torciam e chegou a rolar por um tempo, mas termina depois de muitas enganações e interesses, até que Kalinda precisa sumir do mapa.

Aliás, Kalinda também teve um caso com Cary Agos (Matt Czuchry), que nunca se tornou exatamente um relacionamento amoroso – se concentrou nas pegações.

The Good Fight, o spin-off da série, parece ter herdado a tendência para o drama romântico. A série ainda está em sua segunda temporada, e já há vários casais promissores, porém com aquele jeitinho de que não vai dar boa.

9. Olivia Benson e Elliot Stabler, Law & Order SVU

Desde o piloto da série, é possível perceber o grande laço invisível que une os detetives Olivia Benson (Mariska Hargitay) e Elliot Stabler (Christopher Meloni) na série Law & Order Special Victims Unit. Convivendo por tanto tempo, sendo parceiros na atividade policial e presenciando juntos tudo o que vivem na unidade dificílima em que trabalham, eles criam uma conexão que não é nada fácil de explicar.

A sintonia de ambos em ação é absurda e, quando um está em perigo, o outro não hesita em fazer tudo o que estiver a seu alcance, colocando mais do que uma vez em risco o distintivo e a carreira de ambos. Eles eram tão próximos que, também mais do que uma vez, a parceria foi questionada pelos superiores. A preocupação das instâncias maiores era a de que Olivia e Stabler sempre colocariam seu parceiro acima de tudo, inclusive dos casos que estivessem investigando.

Fora do distrito, no entanto, a torcida pelo casal era imensa! Não acredita? Digite Elliot e Olivia no YouTube, e a rede social vai responder com milhares de vídeos como este:

Mas o fato é que Elliot permaneceu na série até o episódio "Smoked", o último da 12ª temporada, e os dois nunca trocaram um beijo sequer, já que ele era casado – algo que Olivia lembrava sempre que podia.

A vida amorosa de Olivia nunca foi seu ponto forte, afinal. Depois de vários namorados que não deram muito certo, ela decidiu ficar sozinha e adotou Noah, o melhor relacionamento que ela poderia ter!

***

É amor demais em uma lista só, não é mesmo? Por qual desses relacionamentos você torcia? E qual outro você acrescentaria? Conte pra gente nos comentários!

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.