Robin Wright falou pela primeira vez com a imprensa sobre as acusações de assédio sexual que culminaram com a saída de seu colega Kevin Spacey de House of Cards e tantos outros projetos.

Nos papéis do poderoso casal Claire e Frank Underwood, os dois coestrelaram a série da Netflix por cinco temporadas. Agora, Wright liderará sozinha a 6ª e última temporada.

Durante uma entrevista exibida no Today Show do último domingo, a atriz contou que não conhecia o ator muito bem fora do ambiente de trabalho, mas que tinham uma relação “profissional e respeitosa”.

"Ele era ótimo comigo. Nunca me desrespeitou. Então essa é a minha experiência pessoal e a única coisa que eu sinto que tenho o direito de falar sobre. Kevin e eu nos conhecíamos entre ‘ação’ e ‘corta’, e entre as cenas quando ríamos juntos. Eu não conhecia o homem. Eu conhecia o incrível artista que ele é", explica Wright.

Em outubro de 2017, Spacey foi acusado de conduta sexual imprópria, quando o ator Anthony Rapp alegou que o veterano se forçou para cima de Rapp quando ele tinha apenas 14 anos e Spacey tinha 26 anos. Essa e outras acusações que se seguiram (inclusive de membros e ex membros da produção da série) causaram o afastamento do vencedor do Oscar de filmes e de House of Cards, da qual era o protagonista.

Veja também: Guy Pearce diz que Kevin Spacey já agia inapropriadamente no set de L.A. Confidential

Kevin Spacey e Robin Wright vivem o casal de políticos Frank e Claire Underwood em House Of Cards

Robin Wright disse que as denúncias contra Spacey foram um choque para todos que não estavam cientes desse comportamento. "Acho que todos ficamos surpresos, é claro, e por fim entristecidos. Nós avançamos e ficamos muito agradecidos por termos conseguido completar a série como planejado."

Os dois primeiros episódios da 6ª temporada de House Of Cards já estavam gravados quando o escândalo veio à tona. Eles tiveram que ser descartados, a temporada reescrita e o número de episódios reduzidos de 13 para 8.

Quando questionada se a Netflix tomou a decisão certa em demitir Spacey e repensar a série, a atriz prefere não se comprometer. "Eu não saberia comentar isso. Mas eu acho que naquela época, o choque foi tão intenso em todo o país por muitas razões, tantas histórias, tantas pessoas. Acho que todos sentiram que era respeitoso recuar.”

Veja também:

A sexta e última temporada de House of Cards já foi gravada e será exibida ainda em 2018 pela Netflix.

O Minha Série está comemorando 10 anos em 2018 com novidades aos nossos fãs: conheça o Clube Minha Série, o nosso perfil no Instagram e não deixe de assinar a newsletter Intervalo, que traz semanalmente conteúdos exclusivos em um formato especial.