Homem-Formiga com certeza tem algumas atuações pra lá de especiais, como os aclamados veteranos Michael Douglas, Michelle Pfeiffer e Laurence Fishburne. Mas mesmo os atores mais novos têm carreiras bastante notáveis. Pensando nisso, montamos uma lista das trajetórias desses atores, mostrando o quanto eles mudaram desde então.

O novo filme do Universo Cinematográfico Marvel, Homem-Formiga e a Vespa, já está em cartaz nos cinemas.

Paul Rudd, o Homem-Formiga

O ator de 49 anos tem brilhado no papel do divertido herói da Marvel, mas sua carreira começou bem antes. Ele estreou no início dos anos 90, fazendo participações em séries como Wild Oats, sem fazer muito sucesso.

Paul Rudd foi brilhar mesmo em 1995, no clássico adolescente As Patricinhas de Beverly Hills, em que interpretava Josh, o enteado do pai de Cher (Alicia Silverstone). Por mais que a relação dos dois fosse um pouco esquisita, não dá para negar que o ator foi alvo da paixão de muitas jovens na época. Afinal, quem não queria ser Alicia Silverstone?

Ele continuou a fazer vários papéis em comédias românticas a partir de então, até que em 2002 entrou para o elenco de Friends — a maior série da época. Na saudosa sitcom, ele interpretava Mike, o namorado/marido de Phoebe (Lisa Kudrow). Ainda no começo dos anos 2000, atuou em títulos como Uma Noite no Museu e Parks and Recreation.

Eis que, em 2015, Rudd foi convidado para dar vida a Scott Lang e protagonizar o Homem-Formiga. Mas não se preocupe: você ainda pode vê-lo em comédias como Wet Hot American Summer.

Evangeline Lilly, a Vespa

A carreira da atriz de 39 anos começou no começo de seus 20 anos, com participações pequenas em Lizzie McGuire: Um Sonho Popstar, As Branquelas e Smallville. Mas foi com a Kate de Lost que ela se tornou conhecida mundialmente — afinal, a série ficou no ar por 6 anos.

Desde então, Evangeline Lilly passou um tempo mais longe das telas, atuando apenas em Gigantes de Aço e dois filmes da trilogia de O Hobbit, como a elfa Tauriel (talvez por sua semelhança com Liv Tyler). Só em 2015 ela aceitou o papel de Hope van Dyke, a Vespa. Agora, além de participar do longa que leva o nome de sua personagem, ela estará em Vingadores 4.

Michael Douglas, o Dr. Hank Pym

É graças ao cientista Henry (Hank é apelido) Pym que existe história para ser contada. O pesquisador inventa as "partículas Pym", capazes de diminuir e aumentar o tamanho de seres, vivos ou não. Mas ele acaba ridicularizado por seus colegas e decide usar em si mesmo, para ajudar a humanidade, se tornando assim o primeiro Homem-Formiga. Mais tarde, ele passaria o manto para Scott Lang, e sua filha Hope assumiria o papel da falecida mãe como Vespa.

Mas é claro que a carreira do ator começou bem antes disso. Michael é filho de Kirk Douglas, um dos maiores astros do cinema norte-americano, que brilhou nas décadas de 50 e 60. Então, não foi surpresa nenhuma quando ele decidiu seguir os passos do pai. Seu auge foi nos anos 80 e 90, época em que protagonizou dramas e suspenses, como Atração Fatal, Instinto Selvagem e Wall Street: Poder e Cobiça.

Além de ator, Michael Douglas se destacou como produtor. Em 1976, ele chegou a levar um Oscar de Melhor Filme por Um Estranho no Ninho, clássico protagonizado por Jack Nicholson. O ator e produtor continua na ativa, no alto de seus 73 anos.

Michelle Pfeiffer, a primeira Vespa

A atriz fará sua estreia no Universo Marvel em Homem-Formiga e a Vespa, interpretando Janet van Dyne, a segunda esposa do Dr. Pym e mãe de Hope. Nos quadrinhos, ela é a primeira Vespa, antes mesmo de Hope. Ela e Hank Pym foram os primeiros Homem-Formiga e Vespa, e só depois da morte de Janet o manto passou para Hope. No primeiro filme, a personagem aparecia apenas em flashbacks — interpretada pela jovem Hayley Lovitt. Agora, parece que Janet não estava morta, mas sim perdida. Para maiores detalhes, só nos cinemas.

Parece estranho fazer uma apresentação de Michelle Pfeiffer, dada a enormidade da carreira da atriz (que chegou à casa dos 60 neste ano). Aos 21, a atriz estrelou a série Delta House. Mas foi em 1982 que ela brilhou, protagonizando o musical Grease 2: Os Tempos da Brilhantina Voltaram. Desde então, ela fez grandes filmes, como Ligações Perigosas, Batman: O Retorno (com sua inesquecível Mulher-Gato!), Scarface e Mentes Perigosas.

Segundo o diretor Peyton Reed, ela só está no filme porque ele insistiu muito — não acreditava que outra atriz fosse tão perfeita para o papel. "Para mim, foi emocionante trabalhar com ela; ela é incrível." Reed conta que até mesmo Hayley Lovitt foi escolhida para os flashbacks por se parecer com Pfeiffer: era para ser ela desde o início.

Laurence Fishburne, o Dr. Bill Foster

O ator também foi outra escolha que era a ideal para o diretor. Peyton Reed conta que queria colocar Bill Foster no filme — o cientista é uma espécie de rival do Dr. Hank Pym, cada um discutindo sobre quem é mais inteligente. Então, Reed decidiu que precisava de um ator com tanta experiência quanto Michael Douglas, e Laurence Fishburne foi a resposta.

É até difícil falar sobre sua carreira: Fishburne começou a atuar aos 12 anos, na série One Way to Live. Logo no início da fase adulta, o ator já estava em grandes filmes, como Desejo de Matar 2 e A Cor Púrpura. Desde então, ele se tornou um dos queridinhos dos filmes de investigação e ação, como a clássica trilogia Matrix, em que interpreta Morpheus.

Mais recentemente, ele participou de muitas séries, como C.S.I.: Investigação Criminal, Hannibal, Black-Ish e Madiba.

Judy Greer, a Maggie

A atriz começou a carreira fazendo comédias românticas, como Um Crime Entre Amigas e Do Que As Mulheres Gostam. É provavelmente daí que você se lembra dela: De Repente 30, Tudo Acontece em Elizabethtown e Vestida para Casar. Ela também participou de várias séries, como Mad Love, Casual, Arrested Development e Archer. Judy interpreta Maggie, a ex-esposa de Scott Lang e mãe de sua filhinha.

Walton Goggins, o vilão Sonny Burch

O vilão de Homem-Formiga e a Vespa será Burch, o dono de uma empresa multimilionária, que, nos quadrinhos, é inimigo do Homem de Ferro. Para o papel, precisavam de um ator experiente, e Walton Goggins é o cara.

Ele começou a carreira como muitos, participando de séries: no caso, In the Heat of the Night e Barrados no Baile. No fim dos anos 90, ele era figurinha comum em filmes de ação e suspense, como Um Assassino à Solta. Participou de longas como Os Oito Odiados e Django Livre, mas foi com séries como Justified, Sons of Anarchy e The Shield que ele se tornou conhecido.

E você? Lembra deles de algum filme? Comente aqui embaixo.

Este texto foi escrito por Verenna Klein via nexperts.