A Warner está encomendando um novo reboot de Batman, e é provável que não seja com Ben Affleck, que vem interpretando o herói desde Batman vs. Superman. A nova franquia está sob responsabilidade de Matt Reeves, de Planeta dos Macacos (A Origem e O Confronto).

Com o roteiro começando a ser escrito, Reeves estaria procurando um novo homem-morcego, desta vez mais jovem. Ben Affleck já havia recebido várias críticas por sua idade para interpretar o super-herói, aos 45 anos (para você ter uma ideia, o Batman de Christian Bale tinha 10 anos a menos). Algum tempo atrás, Reeves comentou que gostaria de ver Jake Gyllenhaal no papel.

Reeves deve trazer um Batman bastante diferente

Ao que parece, uma das motivações é que a Warner e a DC Comics estão querendo se afastar da imagem carregada que os filmes de Zack Snyder trazem — que chegou até a virar piada. Os números também não ajudam muito: nem a bilheteria de Batman vs. Superman nem a de Liga da Justiça alcançaram os números esperados (este último sequer chegou à marca de US$ 800 milhões).

Aliás, não foi exatamente uma surpresa a despedida de Ben Affleck. O ator inicialmente deveria não só interpretar o Batman, mas também escrever e dirigir um filme do herói. Contudo, mudanças aconteceram, e parece que ele perdeu o interesse — e passaram o projeto para o diretor de Planeta dos Macacos.

A partir disso, resta a dúvida: como eles vão relacionar isso aos novos filmes do Universo DC? É claro que Ben Affleck estará na sequência de Liga da Justiça, mas parece improvável que continue por mais filmes.

O futuro da Liga da Justiça

Uma peça crucial para essa resposta parece ser o filme solo do Flash. Ainda não anunciaram qual será o roteiro definitivo, e uma das possibilidades é o Universo Flashpoint. Nos quadrinhos criados por Geoff Johns e Andy Kubert, Barry Allen/Flash tenta voltar no tempo para salvar a vida de sua mãe — e como em toda história de viagem no tempo, isso acaba trazendo problemas para o presente.

Nesse universo alternativo, tudo é muito mais sombrio. A Mulher-Maravilha e o Aquaman não só não são parceiros, como vivem guerreando pelo controle da Terra, usando seus respectivos exércitos. O Superman passa por experiências do governo e acaba com vários problemas por ter crescido em um laboratório.

Por fim, o Batman não é Bruce Wayne. Nessa versão, o assaltante mata o pequeno Bruce em vez dos pais, Thomas e Martha Wayne. Traumatizado, Thomas assume o manto do homem-morcego para se vingar e procurar justiça; já Martha perde a cabeça e se torna o Coringa.

Com certeza, seria uma mudança bastante ousada no Universo DC. Será que vai dar certo? Não se esqueça de deixar sua opinião nos comentários abaixo.

Este texto foi escrito por Verenna Klein via nexperts.