ATENÇÃO: este texto contém spoilers do final da 1ª temporada e do início da 2ª de The Handmaid's Tale.

"Que p* foi essa?" é a sensação que fica ao final do primeiro episódio da 2ª temporada de The Handmaid's Tale, segundo Elisabeth Moss — atriz que interpreta Offred na série da Hulu.

Ainda não exibida no Brasil, a produção — que mostra uma realidade distópica na qual as mulheres são totalmente subjugadas e divididas em funções que incluem a das aias, servas cujo corpo é utilizado para gerar filhos para casais mais bem posicionados socialmente — teve sua 2ª temporada iniciada na última quinta-feira (26). O episódio, que se chama "June", apresenta o destino da protagonista imediatamente após o final da 1ª temporada.

Quem leu o livro que deu origem à série — "O Conto da Aia, de Margareth Atwood — está especialmente curioso com relação à sequência, já que a temporada inicial termina exatamente onde o livro se encerra: Offred, grávida, sendo retirada de casa por vários Olhos, com Nick dizendo para ela confiar nele enquanto ela não sabe se vai ser salva ou morta.

E, quando ficamos sabendo do que acontece, segundo Moss, não há como reagir de outra forma que não: "que p* foi essa?"

Abençoado seja o episódio

Pelo menos por enquanto, parece que Offred está salva. Mas até ela saber disso, vai um bom tempo de agonia. A aia é arrastada para dentro de uma van e levada para um estádio esportivo, o Fenway Park, casa do time de beisebol Chicago Cubs.

"Foi uma das cenas mais difíceis da minha carreira! Estava muito frio, e todas nós estávamos congelando, mas eu tinha que entregar, e todas as outras aias também. Foram duas noites de filmagem", disse Elisabeth Moss ao site The Hollywood Reporter.

No gramado, a protagonista é reunida a todas as outras que, assim como ela e seguindo seu gesto, se recusaram a apedrejar Janine na 1ª temporada.

Tia Lydia (Ann Dowd) havia dito que essa rebeldia iria custar caro e, aparentemente, o preço é a vida de todas essas aias, que estão prestes a serem enforcadas em uma gigantesca e assustadora estrutura. A cena é extremamente impactante e pesada, mas não passa de uma encenação para ensinar uma lição às rebeldes.

"Nós nos perguntamos sobre que tipo de punição elas receberiam por não apedrejar Janine. Elas estão sempre preocupadas com serem punidas. Quando elas sabem que algo que elas fizeram é considerado realmente errado, nós sentimos que isso deveria ter consequências pesadas. Nós pesquisamos muito sobre sistemas opressores e o que eles fazem com suas vítimas, e uma das ações comuns é justamente a de fazer falsas execuções, um tipo de tortura psicológica", explicou o showrunner da série, Bruce Miller.

Quando descobre que Offred está grávida, no entanto, Tia Lydia a obriga a se alimentar e tortura todas as outras aias na frente dela, em um jogo psicológico com o intuito de gerar raiva.

Apesar desse início pesadíssimo, depois Offred recebe ajuda e consegue fugir, mas isso nem de longe significa que ela está completamente livre.

"The Handmaid's Tale é muito mais complicado do que preto e branco, trevas ou luz. O fato de Offred não estar totalmente fora, mas também não totalmente dentro, e algo diferente acontece... Parece muito certo!", diz Moss.

Este texto foi escrito por Lu Belin via nexperts.