A rede CBS revelou nessa quarta-feira, através de comunicado à imprensa americana, que havia oferecido um aumento significativo para os atores Daniel Dae Kim e Grace Park para eles não deixarem a série Hawaii Five-0.

Sendo a emissora, “Nós não queríamos perdê-los e tentamos muito para mantê-los (no programa) com ofertas de aumentos salariais significativos. Embora não tenha sido possível chegar a um acordo, nós nos separamos com um tremendo respeito pelo talento de ambos nas telas, assim como seus papéis como representantes da série fora das telas, e temos a esperança de trabalhar com eles novamente no futuro próximo”.

A dupla Daniel Dae Kim e Grace Park deixou a série Hawaii Five-0 depois de solicitar paridade salarial em relação aos colegas Alex O'Loughlin e Scott Caan. Além de terem um salário mais alto do que a dupla, O'Loughlin e Caan recebem também participações nos lucros (com revendas, syndication, etc.).

A CBS não chegou a dizer quanto foi o aumento proposto para Daniel Dae Kim e Grace Park, mas fontes indicam que o valor chegava bem perto da paridade salarial (mas sem as participações nos lucros). Apesar disso, os atores entenderam que mereciam ganhar o mesmo que seus colegas e optaram por deixar o programa.

CBS diz que ofereceu aumento significativo para atores de Hawaii Five-0. Fonte da imagem: Divulgação/CBS

A saída de Kim e Park levou a discussões acerca do preconceito racial da indústria, gerando uma polêmica de que eles ganhavam menos por serem de descendência asiática! Além disso, há comentários de que Hawaii Five-0 se tornará uma série dominada por brancos, mesmo ambientada em uma região predominante ocupada por descendentes asiáticos (57,4% segundo dados da Variety).

Diversos atores da comunidade asiática também têm defendido a posição da dupla de deixar o programa após não conseguirem o aumento salarial desejado. Uma das questões levantadas é que os personagens Chin Ho Kelly e Kono Kalakaua não são coadjuvantes da trama e que Hawaii Five-0 deveria ser considerada uma obra de elenco, com igualdade entre os quatro atores principais.

Nesse sentido, vale lembrar um caso recente que poderia servir de exemplo para a produção de Five-0. Quando as atrizes coadjuvantes de The Big Bang Theory pediram um ajuste salarial, seus colegas ofereceram ao estúdio uma redução de seus salários para ajudar a cobrir esse aumento. Antes deles, o elenco de Friends também havia decidido muito cedo que deveria ter o mesmo salário, sem diferença entre os seis amigos.

Já a atriz Emmy Rossum precisou ser durona para conseguir a paridade salarial em relação ao colega William H. Macy, mesmo sendo ela muito mais protagonista de Shameless do que ele. Felizmente, a Showtime percebeu isso e deu à talentosa atriz o aumento que merecia.

Veja também: Daniel Dae Kim comenta saída de Hawaii Five-0: “sinto dizer que é verdade”

E você, o que acha do comunicado da CBS e da repercussão da saída dos atores de Hawaii Five-0? Comente abaixo.