A agência reguladora do governo chinês decidiu banir e proibir a exibição do filme do Deadpool no país devido ao excesso de violência, presença de nudez e linguagem imprópria, revelou o site The Hollywood Reporter.

As autoridades de censura chinesas normalmente trabalham junto aos estúdios de Hollywood para criar versões “mais limpas”, adequadas a todos os públicos, de filmes que apresentam cenas de violência, sexo ou nudez. Porém, no caso de Deadpool, seria impossível retirar esses trechos sem causar problemas na narrativa.

Fonte da imagem: Divulgação/20th Century Fox

A China não tem um sistema de classificação e indicação etária para os lançamentos cinematográficos, e a agência reguladora chinesa analisa se os filmes estrangeiros podem ou não ser exibidos para espectadores de todas as idades – aprovando ou proibindo a entrada das produções no país.

A proibição do governo chinês terá um efeito na arrecadação do longa-metragem do Deadpool, já que a China é considerado hoje o segundo maior mercado cinematográfico do mundo (ficando atrás apenas dos Estados Unidos).

Além disso, filmes baseados nos quadrinhos fazem bastante sucesso por lá. Vingadores: Era de Ultron arrecadou US$ 240 milhões no páis no ano passado, enquanto Guardiões da Galáxia e Homem-Formiga fizeram US$ 96,4 milhões e US$ 105,4 milhões, respectivamente.

Deadpool se junta a Noé, A Colina Escarlate e Batman – O Cavaleiro das Trevas entre as produções que foram proibidas de serem exibidas nos cinemas pela China.