Sir Ian McKellen (O Senhor dos Anéis, X-Men) segue na divulgação de seu mais novo longa, Mr. Holmes, no qual interpreta o detetive mais famosos do mundo na velhice. No entanto, em uma das entrevistas sobre a produção, o astro chamou mesmo a atenção por uma declaração que nada tem a ver com Baker Street.

Neste caso, McKellen resolveu falar sobre o que realmente acha do Superman, comparando-o com os X-Men e com a problemática que as duas narrativas abordam (ou não).

Fonte da imagem: Getty Images

O site Uproxx perguntou se o ator estava hesitante em aceitar o papel no primeiro filme dos mutantes, especialmente no momento em que foi realizado — ou seja, quando as adaptações de HQs estavam em baixa. “Eu sei que Bryan Singer tinha uma visão para o filme. Mas era diferente na época”, declarou o repórter. McKellen deu a seguinte resposta:

“Bom, ele me persuadiu. X-Men era sobre alguma coisa. Superman não é realmente sobre nada. É uma piada. O nerd muda suas roupas de baixo e se torna o Superman. Isso é como James Bond: “mexido, não batido” — uma estupidez, uma bobagem britânica... e então, o Homem em Ação! No entanto, X-Men fala sobre os problemas de ser um mutante. Sentimos como se fôssemos mutantes em diversas ocasiões. Então, este foi o chamariz para mim”.

Como se isso não fosse suficiente, ele ainda relembrou o fato de que, quando fez o primeiro filme da franquia, seu contrato não era estendido por vários e vários anos. “Não esqueça: eu não tive que assinar para fazer mais do que um; eu faria um longa só”, diferente do que acontece atualmente.

Esta não é a primeira vez que McKellen defende este ponto de vista, especialmente em relação à temática de X-Men em comparação a outras narrativas de heróis. Em outra ocasião, quando conversava com o site Digital Spy, o ator deu outra resposta bastante parecida:

“Sempre achei que as histórias dos X-Men eram superiores, na minha opinião, a qualquer outro filme de fantasia, uma vez que discutem alguma coisa. Não acho que exista muito entusiasmo em um bobalhão que se torna poderoso quando troca a roupa de baixo. X-Men fala sobre ser diferente, a respeito do que é ser mutante e a atitude da sociedade para a diferença. É algo importante para se discutir, em termos sociais”.

E você? Concorda com as declarações de Sir Ian McKellen ou acredita que o astro está simplificando demais as narrativas do Homem de Aço? Comente!