Fonte da imagem: Reprodução/Televisa

Existem muitas curiosidades por trás da turma do Chaves. Fique por dentro de algumas que reunimos para você que foi e sempre será fã do programa que nunca envelhece.

1. O primeiro episódio de Chaves, que no início era apenas um quadro do programa “Chespirito”, foi ao ar no dia 20 de junho de 1971. Chespirito era o apelido do ator Roberto Bolaños (Chaves);

2. A personagem de Angelines Fernández, a Bruxa do 71, era assim chamada pois começou a trabalhar em 1971 com Roberto Bolaños. Foi esse também o motivo da escolha do número de seu apartamento, para que o apelido fizesse sentido. A atriz faleceu em 1994;

3. No México, o nome de Chaves era “El Chavo del Ocho”. Isso porque inicialmente o programa passava no canal 8, que, mais tarde, mudou de frequência e virou canal 9. O nome passou a ser justificado dentro da série pelo número do apartamento em que Chaves morava.

4. Na história, o barril é apenas um esconderijo, e ele divide o apartamento com alguém que não apareceu em nenhum episódio (a porta do apartamento nunca chegou a aparecer também);

5. O nome verdadeiro de Chaves nunca foi revelado, pois todas as vezes que ele tentava falar era interrompido (o apelido original “El Chavo” pode ser traduzido livremente como “O Menino”);

6. Chaves ama sanduíches de presunto, mas aparece comendo apenas duas vezes essa iguaria na série;

7. Maria Antonieta de las Nieves (Chiquinha) ficou grávida em 1974 e por isso se afastou da série. Nos episódios em que a personagem não estava presente, a desculpa dada na trama era que ela tinha ido morar com as tias no interior;

Fonte da imagem: Reprodução/Televisa

8. Interpretada por Florinda Meza, Popis foi uma das personagens inseridas para cobrir o desfalque ocasionado pelo afastamento de Maria de las Nieves (Chiquinha) e no início tinha a voz fanha. Um homem disse a Bolaños que não iria mais ver a série porque seu filho tinha esse problema e as outras crianças começaram a tirar sarro dele na escola. Popis sumiu por um tempo e voltou reformulada, com a voz normal. Na versão brasileira, o contrário aconteceu: no início ela não era fanha, mas nos episódios seguintes passou a ser;

9. Carlos Villagrán (Quico) recebeu uma proposta para trabalhar em um seriado na Venezuela. Os últimos episódios nos quais ele estava presente são os de Acapulco. A justificativa dada para a saída dele no programa era a de que Quico iria morar com uma madrinha;

10. O sr. Barriga mora na Rua Baleia, esquina com a rua Cachalote, na vila dos Elefantes;

11. Edgar Vivar (sr. Barriga) antes de ser ator era médico;

12. Florinda, além de formar um casal com Girafales (Rubén Aguirre Fuentes) na ficção e ter começado a namorar com Bolaños (Chaves) em 1978, antes disso também teve um romance com Carlos Villagrán (Quico). Boatos dizem que é por isso que os dois (Bollaños e Villagrán) ficaram afastados por muitos anos;

13. Tagamandápio, cidade sempre citada pelo carteiro Jaiminho, realmente existe. É um pequeno município localizado no noroeste do estado Michoacán, no México. Em 2012, foi inaugurada na cidade uma estátua em homenagem ao personagem que sempre queria evitar a fadiga.

14. O ator que interpretava Godinez era o irmão de Roberto Bolaños, Horácio Bolaños, que faleceu vítima de infarto em 1999;

15. A icônica música que toca durante o encontro entre Dona Florinda e Professor Girafales na versão dublada para o português é inspirada no tema musical do filme "E o Vento Levou" (Tara's Theme);

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=G0K5sIOm[/youtube]

16. Em 1995, após Bolaños (Chaves) se esquecer de renovar os direitos da personagem Chiquinha, Maria Antonieta de las Nieves passou a possuí-los. Por isso novas obras, como o desenho animado do Chaves, por exemplo, não contêm a personagem;

17. As últimas palavras ditas de Ramón Valdez (Seu Madruga) para Edgar Vivar (sr. Barriga) foram: “Viu? Não paguei o aluguel!”;

18. Carlos Villagrán (Quico) contou que quando foi visitar Ramón no hospital estava muito triste, e o ator que interpretava o Seu Madruga disse para ele se acalmar, pois eles iriam se encontrar “lá”. Carlos perguntou se iriam se encontrar no céu, e Ramón brincou: “Não, no inferno”;

19. Angelines Fernández (Bruxa do 71), durante o funeral de Ramón Valdez, chorou por horas ao lado de seu caixão, recusando-se a sair dali;

20. Carlos Villagrán não tinha que usar nenhum tipo de enchimento nas bochechas. Ele as enchia de ar e falava ao mesmo tempo;

21. A ideia do famoso “Ta ta ta ta ta” do Professor Girafales, segundo o ator Rubén Aguirre, vem de um professor de sua infância chamado Celayo Rodríguez;

Fonte da imagem: Reprodução/Televisa

22. Outra famosa frase, dita por Chaves no episódio “Vamos ao Cinema”, na versão dublada em português no Brasil, era o “Teria sido melhor ver o filme do Pelé”. Já na versão original, a frase era: “Hubiera sido mejor haber ido a ver la Película El Chanfle” (Em uma tradução livre “Teria sido melhor ver o filme El Chanfle”). Este, no caso, era um filme de comédia dirigido por Enrique Segoviano (que também era diretor das produções de Chaves e Chapolin) e estrelado por Bolaños. O filme do Pelé, citado na dublagem, era “Os Trombadinhas”, no qual o ex-jogador atuava como ele mesmo.

Via MegaCurioso