O final da quarta temporada de The Walking Dead aproximou novamente as narrativas dos personagens da série, que estavam espalhados após o ataque à prisão. No entanto, a situação não é das melhores: eles estão encarcerados em Terminus, um local que deveria ser um santuário, mas que não passa de mais uma ameaça à vida de todos.

Com o quinto ano de produção prestes a estrear neste domingo, dia 12 de outubro, nos Estados Unidos (e no Brasil com apenas dois dias de diferença, ou seja, em 14 de outubro, às 22h30, na Fox), alguns veículos especializados já começam a falar do primeiro episódio do ano e todos são categóricos em afirmar que se trata de uma experiência bastante intensa.

De acordo com o E! Online, “eles saem do vagão. Inteiros? Isso ainda teremos que ver. No entanto, é seguro afirmar que pelo menos alguns personagens seguirão para uma nova comunidade”. Além disso, a publicação ainda declara que “os cinco primeiros minutos são assustadores, nojentos e a pior coisa vista na TV”.

Possivelmente, o site está se referindo às diversas mortes que serão vistas nos 5 a 10 minutos iniciais da série, capazes de deixar todos de queixo caído. O TV Line afirma que a contagem de corpos dos personagens principais foi relativamente baixa na temporada anterior, o que não será o caso no quinto ano.

Fonte da imagem: Divulgação/AMC

A ação vai tomar conta do episódio, mas isso não significa que não teremos alguns momentos mais singelos. O TV Guide destaca a reunião de mais de um sobrevivente (com direito a choro). Além disso, “haverá um debate saudável a respeito da qualidade da liderança de Rick”.

Sobre o assunto, a Entertainment Weekly afirmou que “o grupo previne Rick de tomar uma certa ação de pode voltar para assombrá-lo no futuro”. O site ainda revela que “uma cena específica do trailer não aconteceu no primeiro episódio”, o que pode deixar qualquer um “extremamente nervoso de que o pior ainda esteja por vir”. Será que ele está se referindo a esta cena?

Para completar, o TV Guide ainda afirma que a estreia oferece algumas respostas rápidas sobre as pessoas de Terminus. Robert Kirkman, produtor da série, revelou que o Gareth, o líder daquele lugar, não é o grande vilão da temporada, porém “isso não significa que ele não seja suficientemente assustador”.

Preparados para o retorno de The Walking Dead? Enquanto a estreia não chega, confira a nossa página com as últimas novidades da série.