“Não poderia deixar o caso de Two and a Half Men ser meu legado”, diz Charlie Sheen sobre sua nova comédia

  • Por Bárbara Brasileiro em 29/03/2012 - 12:41

Errata: Originalmente, a frase de Charlie Sheen foi traduzida como “Não poderia deixar Two and a Half Men ser meu legado na TV", mas depois de checar outras fontes, chegamos à conclusão de que a melhor tradução seria: "“Não poderia deixar [o que aconteceu em] Two and a Half Men ser meu legado na TV".

Promovendo a estreia de sua nova comédia, Anger Management, Charlie Sheen não perdeu a oportunidade de comentar sobre a sua demissão no ano passado. Em entrevista ao programa The Today Show, na última quinta (28), ele declarou: “Não poderia deixar [o que aconteceu em] Two and a Half Men ser meu legado na TV — não poderia ter terminado [meu legado] com essa nota”.

Fonte da imagem: Divulgação/Warner

A entrevista já começou com o comentário do entrevistador, Matt Lauer: “Houve pessoas que provavelmente, nesta época do ano em 2011, fizeram uma aposta de que você não estaria por aqui — literalmente”, referindo-se aos escândalos relacionados à dependência química do ator.

Sheen não teve outra saída a não ser concordar com o entrevistador sobre essa conturbada fase que teve no ano passado: “Sim, eu apoiaria isso, com certeza”, ele respondeu.

Mas quando foi a hora de promover sua nova série de comédia, que estreia em 28 de junho na televisão americana, Charlie não perdeu a chance de dar uma alfinetada no seu antigo trabalho: “Até o momento, oito dias [em Anger Management] têm sido mais divertidos do que oito anos [em Two and a Half Men]”, declarou o ator, que atualmente está nos primeiros dias de filmagem do novo seriado.

Assuntos
Bastidores

Comentários ( )