Marvel’s Cloak and Dagger, a nova série do canal Freeform com os heróis adolescentes Manto e Adaga, se apresenta através de relações de contraste.

Manto, o jovem rapaz afro-americano chamado Tyrone, vem de uma origem pobre, tendo crescido acompanhando o irmão mais velho em pequenos delitos nas ruas de New Orleans. Uma tragédia em sua infância, porém, muda sua vida e de sua família para sempre.

Adaga, a loira garota chamada Tandy, cresceu em uma família afortunada, com direito a aulas de balé e a proteção dos pais. No entanto, um acidente de carro fatal vira seu mundo de cabeça para baixo.

As vidas de Manto e Adaga se conectam ainda quando crianças, envolvidas na mesma tragédia, mas suas histórias só vão se cruzar novamente na adolescência – no período em que está contextualizada a série Marvel’s Cloak and Dagger.

Quando reencontramos os personagens, Tyrone se encontra em uma melhor situação financeira (graças à mãe batalhadora), enquanto Tandy vive de roubos e golpes junto com o namorado Liam.

A inversão de contextos e situações entre Manto e Adaga ajuda a descontruir estereótipos e dar maior profundidade aos personagens. As questões sociais, econômicas e psicológicas são surpreendentemente bem trabalhadas em meio à narrativa do programa.

Tandy, por exemplo, não é exatamente uma heroína e tem muitas atitudes condenáveis e criminais. Sua personalidade perturbada aparece quando ela percebe que está sempre afastando as pessoas e tentando fugir da realidade em que está inserida.

Tyrone, por sua vez, tenta lidar com o instinto de raiva e violência que decorre de um sentimento de culpa, mas não consegue evitar a impulsão de ir atrás do homem responsável pela tragédia em sua família.

Mesmo sendo apenas adolescentes, Manto e Adaga são representados de forma complexa, com características conflitantes e idiossincráticas, tornando-os mais críveis e também relacionáveis.

Manto e Adaga: foco nos personagens

Enquanto muitas séries de TV – de heróis dos quadrinhos ou não – têm um tratamento de roteiro mais simples e voltado à ação, Marvel’s Cloak and Dagger vai na contramão e aposta no desenvolvimento dos personagens.

Os elementos fantásticos do universo de super-heróis servem aqui para ampliar os dramas pessoais, sejam os medos e segredos, a insegurança ou a desproteção; especialmente quando os poderes trazem mais problemas do que soluções.

Frente a outros títulos do gênero, Cloak and Dagger é claramente um contraste e uma bem-vinda reinvenção tanto para as tramas adolescentes quanto para adaptações de heróis dos quadrinhos.