ESTE TEXTO CONTÉM SPOILERS DO EPISÓDIO 14X23 DE GREY'S ANATOMY AINDA NÃO EXIBIDO NO BRASIL

Se alguém duvidava que a saída de Sarah Drew e Jessica Capshaw de Grey’s Anatomy era amigável, o episódio dessa quinta-feira (10) provou inclusive que a popularidade das duas na sala dos roteiristas é tão grande quanto com o público.

Só isso explica a escolha dos roteiristas de dispensar a oportunidade de mais uma morte chocante e poupar a vida de April Kepner, dando-a um final grandioso ao mesmo tempo.

Mas agora que vocês já sabem que ela sobreviveu àquela promo assustadora, vamos aos acontecimentos do episódio 14x23, “Cold As Ice”:

Arizona e Herman

Como já esperávamos, a saída de Arizona Robbins da série será a mais pacífica possível: uma grande oportunidade de trabalho trazida pela sua mentora Dra. Hermann (Geena Davis). O melhor? Coincide com seus planos de ir para Nova York e ficar perto de Callie e Sofia.

Nada mal, principalmente considerando que antigamente os atores eram atropelados ou morriam em quedas de avião para deixar a série. Ela está praticamente recebendo o tratamento de Christina Yang (o mais alto nível de honraria). Mas o que nós não sabíamos é como a despedida da Dra. Kepner seria, e tudo indicava que o drama havia sido reservado todo para ela.

Jessica Capshaw é a Dra. Arizona Robbins e Sarah Drew vive a Dra. April Kepner na série de Shonda Rhimes. Fonte: ABC.

Kepner e Matthew devem estar amaldiçoados

Como bem disse Bailey quando descobriu quem era o mais recente paciente da emergência, Matthew deve ser a pessoa mais azarada do mundo. Descobrimos que ele e April voltaram a se encontrar e estavam inclusive reiniciando um novo relacionamento. Mas, como estava fácil demais para Grey’s Anatomy, os dois se envolvem em um acidente de carro e Owen precisa ir até o local procurar pela amiga, que caiu para fora do veículo e não foi encontrada pelos paramédicos.

Ele a acha com parte do corpo em um lago congelante, praticamente sem batimentos cardíacos. A partir daí começa uma maratona dos cirurgiões e residentes para manter Kepner viva (permeada com depoimentos emocionantes sobre a importância da médica na vida de cada um).

Maggie Pierce logo toma para si a missão de salvar a vida da ex mulher de seu atual namorado. Ela deve saber que Jackson Avery não suportaria perder a mãe de sua filha e melhor amiga.

Falando nele, por estar em uma cirurgia, Jackson só fica sabendo de tudo horas depois, quando os médicos ainda estão tentando reanimar April. E em um daqueles momentos de ciclo completo, ele (praticamente ateu) reza para o Deus em que ela tanto acredita.

Parece funcionar, pois enquanto ele “fala” com o ser superior, ela finalmente dá sinais de consciência e aperta sua mão. “Você rezou por mim e funcionou”, diz uma orgulhosa April para o pai de Harriet. E todos respiramos aliviados.

Felizes para sempre?

Matthew também sobrevive aos seus ferimentos e agora temos uma boa ideia de como será a partida de Sarah Drew da série. April e Matthew vão ficar juntos para sempre, a cena final dos dois, lado a lado em suas camas de hospital, deixa bem claro. E admito, foi fofo o suficiente para nós (quase, só quase) perdoarmos o fim de Japril.

Aliás, colocar Maggie para salvar a vida de April foi mais uma tentativa de justificar o relacionamento dela com Jackson, nem um pouco popular com o público.

Os roteiristas precisam entender que os fãs são como crianças obrigadas a comer os vegetais verdes: você pode fazê-los engolir, mas não gostar. Os brócolis aqui sendo o novo casal.

A única questão que fica para a season finale será a justificativa de April deixar Seattle: trauma? Voltar a viver na fazenda? Virar pastora? Vai saber...

Nós encontramos novamente semana que vem para o casamento de Jo e Alex, o grande evento da 14ª season finale de Grey’s Anatomy!

O Minha Série está com uma novidade: a newsletter Intervalo! Semanalmente, a news entrega conteúdos exclusivos em um formato divertido e informal, que te deixará por dentro dos assuntos mais quentes do mundo do entretenimento. Assine aqui!