É oficial: a Walt Disney Company está comprando parte da Twenty-First Century Fox, Inc., incluindo a 20th Century Fox Film & Television!

O negócio bilionário, que estava sendo discutido nas últimas semanas, leva para a Disney grandes marcas e propriedades que pertenciam à Fox como os X-Men, Quarteto Fantástico, os filmes de Avatar, Kingsman, Duro de Matar, entre muitos outros títulos.

A venda inclui a 20th Century Fox, Fox Searchlight Pictures, Fox 2000, 20th Century Fox Television, FX Productions, Fox21, FX Networks, National Geographic Partners, Fox Sports Regional Networks, Fox Networks Group International, Star India e ainda os ativos da Fox no Hulu, Sky e Endemol Shine Group.

A Fox permanecerá com os canais FOX e FOX News, a Fox Business Network, Fox Sports 1, Fox Sports 2 e Big Ten Network. Como sabemos, a Disney já possui seu próprio canal de TV – a ABC – e as leis americanas impedem que um conglomerado tenha dois canais de sinal aberto, o que representaria um monopólio de mercado.

Em comunicado oficial à imprensa, as companhias informaram: "A Walt Disney Company e a Twenty-First Century Fox, Inc. anunciaram hoje que entraram em um acordo definitivo para a Disney adquirir a 21st Century Fox, incluindo os estúdios de cinema e televisão da Twentieth Century Fox, juntamente com empresas de TV a cabo e internacionais, por aproximadamente US$ 52,4 bilhões. Com base no compromisso da Disney de oferecer entretenimento de alta qualidade, a aquisição desses ativos permitirá que a Disney venha a criar conteúdos mais atraente, construindo relacionamentos mais diretos com consumidores de todo o mundo e ofereça uma experiência de entretenimento mais atraente para os consumidores. Imediatamente antes da aquisição, a 21st Century Fox irá separar a rede Fox Broadcasting, a Fox News Channel, a Fox Business Network, a Fox Sports 1, a Fox Sports 2 e a Big Ten Network em uma nova empresa - a New Fox".

Títulos e marcas indo para a Disney

Ainda segundo o comunicado das empresas: “Junta-se à Disney, toda a divisão cinematográfica aclamada pela crítica da 21st Century Fox, incluindo a Twentieth Century Fox, a Fox Searchlight Pictures e a Fox 2000, que foram lar de filmes como Avatar, X-Men, Quarteto Fantástico e Deadpool, bem como O Grande Hotel Budapeste, Estrelas Além do Tempo, Garota Exemplar, A Forma da Água e Perdido em Marte”.

"O acordo oferece à Disney a oportunidade de reunir os X-Men, Quarteto Fantástico e Deadpool com a família Marvel sob um mesmo teto e criar histórias e narrativas mais ricas e complexas com os personagens que o público ama. A adição de Avatar à sua família de filmes promete também maiores oportunidades para os consumidores assistirem e experimentarem histórias dentro desses extraordinários mundos de fantasia", informa o comunicado oficial.

Fazem parte também do negócio, “as unidades de produção de TV, como a Twentieth Century Fox Television, a FX Productions e a Fox21, que realizam The Americans, This Is Us, Modern Family, Os Simpsons e muitas outras séries de TV de sucesso conhecidas dos espectadores em todo o mundo”.

Para supervisionar e adequar essa grande aquisição dentro da Disney, o executivo Bob Iger foi convidado a permanecer como CEO da Walt Disney Company até o final de 2021. Iger comentou sobre o negócio com a 21st Century Fox: "Estamos honrados e agradecidos que Rupert Murdoch (dono da Fox) confiou em nós para o futuro das empresas que ele passou a vida inteira construindo e estamos entusiasmados com essa extraordinária oportunidade de aumentar significativamente o nosso portfólio de franquias amadas pelo público, e assim melhorar a nossa oferta de conteúdo aos consumidores. O acordo também ampliará substancialmente o nosso alcance internacional, o que nos permitirá oferecer conteúdos de qualidade através de plataformas de distribuição inovadoras para mais consumidores em importantes mercados ao redor do mundo".