Foi revelado que Jason Beghe, o Sargento Hank Voight na série Chicago P.D., foi investigado no ano passado pela NBC após reclamações de membros do elenco e da equipe acerca de seu comportamento inapropriado, contendo inclusive assédio sexual. O ator foi acusado de ter ataques de fúria, nos quais usava uma linguagem altamente agressiva e sexualmente sugestiva, bem como posturas intimidadoras.

Ao tomar ciência da dimensão das insatisfações da equipe de Chicago P.D. com o comportamento volátil de Beghe, a Universal Television e a Wolf Entertainment, produtoras da série, prontamente começaram uma investigação em parceria com os Recursos Humanos e todas as partes envolvidas.

Após a conclusão das investigações, a emissora tomou as atitudes necessárias, entre elas o registro de advertência escrita nos arquivos do ator. Também foi designado a Beghe um coach para ajudá-lo a lidar com seus problemas de controle de raiva. A NBC informou que continua monitorando a situação de perto para garantir que todos os funcionários se sintam seguros e amparados.

O ator declarou estar profundamente arrependido por seu comportamento e ciente de que ofendeu seus amigos e colegas. Ele então afirmou que vinha lutando com questões de raiva há algum tempo e que no último ano começou a trabalhar com um coach para aprender como controlar seu temperamento — um processo contínuo e que ensina humildade.

Beghe também disse que tem orgulho de fazer parte da equipe incrível de Chicago P.D. e que se desculpou pessoalmente com todos que desagradou. Além disso, ele acrescentou que está disposto a fazer o que for necessário para reparar qualquer dano que tenha causado. Segundo fontes, houve uma melhora significativa devido ao trabalho feito com o coach e que nenhuma reclamação foi feita sobre o ator nos últimos 6 meses.

A saída de Sophia Bush

Recentemente, Sophia Bush, que contracenava com Beghe no papel da Detetive Erin Lindsay em Chicago P.D., deixou a série ao final da quarta temporada. Com a revelação dos problemas comportamentais de Beghe, especula-se que a saída da atriz tenha relação com a conduta do ator. Outra atriz e um membro da equipe aparentemente também se retiraram da produção da série pelo comportamento inapropriado do ator.

As crenças de que Sophia enfrentava problemas ao contracenar com Beghe (e por esse motivo abandonou a série) se fortaleceram pelo fato de a atriz ter oferecido apoio à escritora Audrey Wauchope quando a autora denunciou o showrunner Mark Schwahn por assédio sexual. Além disso, teve a declaração da atriz em seu perfil no Instagram, afirmando que saiu da produção de Chicago P.D. porque quis. Entretanto, nem ela nem seus representantes se manifestaram acerca dos rumores.

E você? Acha que as suposições têm fundamento? Deixe suas opiniões nos comentários.

Este texto foi escrito por Rina de Ávila via N-Experts.