O inverno chegou em Game of Thrones. A sétima temporada está próxima, e a expectativa para os destinos de Daenerys, Jon Snow, Arya Stark e mais tantos outros personagens é grande.

Aliás, se há uma coisa que Game of Thrones nos ensinou, é que não devemos criar expectativas. Ao longo de seis temporadas, a série fez os fãs rirem, chorarem e se surpreenderem. Enquanto nos preparamos para voltar a Westeros, veja 15 momentos que nos deixaram em choque:

1. O ataque dos cães de Ramsey

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Ramsey Bolton foi ficando cada vez mais poderoso com o passar do tempo, chegando ao ponto de se tornar um dos antagonistas principais da série. Finalmente, nosso desejo foi concedido depois que Jon Snow venceu o exército dele, reclamando seu lar em Winterfell. Mas Jon não matou Ramsey. Essa era uma honra para Sansa Stark, que então conseguiu sua vingança e saciou a fome dos cães de Ramsey.

2. “Hold the Door.”

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Hodor era um personagem simples: só falava seu próprio nome e era devotado a Bran Stark, a quem protegia. Hodor era confiável, estava sempre presente e, com o tempo, nós nos apegamos a ele.

Não sabíamos o quanto o adorávamos, até seus momentos finais. Ele se sacrificou de forma heroica e trouxe a revelação de que o Bran, viajando no tempo, foi responsável por “criar” Hodor no passado, já que ele continuou repetindo “Hold the door” até que não houvesse nada além de “Hodor”.

3. O Casamento Vermelho

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Depois da morte de Ned Stark, todos começaram a torcer para Robb vingar seu pai. A situação parecia estar a favor dele: vitórias em batalhas e um casamento cheio de amor. Em algum ponto, Robb tinha a história que mais fez os fãs se envolverem.

Quem leu o livro já sabia, mas não dá para negar que ver Frey Walder ordenar um massacre da casa Stark foi uma cena devastadora. Robb, sua esposa e seu filho não nascido, sua mãe, Catelyn, seu lobo gigante e todos seus amigos e aliados foram rapidamente executados em uma traição terrível, bem em um momento que deveria ser de alegria.

4. Shireen morrendo queimada

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Nem mesmo Shireen Baratheon se manteve segura em Game of Thrones. Ela nunca foi a favorita de ninguém, mas era doce e simpática. E, ainda, sempre esteve tão longe dos conflitos que ninguém suspeitava do destino horrível que a aguardava.

Ela era uma princesa inocente e jovem que nunca desejou mal a ninguém. Foi por isso que o pai de Shireen, com as ordens de Melisandre, fez com que a sua única filha fosse queimada na fogueira para garantir a passagem das tropas em segurança. A pobre princesa foi amarrada a uma pira, e por isso amaldiçoamos o pai dela com todas as forças.

5. A batalha de Hardhome

 game of thrones hardhome GIFFonte da imagem: Reprodução/HBO

“O inverno está chegando”. Por cinco temporadas, o aviso foi esse, mas o inverno só chegou mesmo no oitavo episódio da quinta temporada. Depois de alguns vislumbres dos Caminhantes Brancos em ação, nós finalmente os vimos por completo em “Hardhome”.

Na sequência estendida da guerra, entendemos por que os Outros são tão brutais e perigosos. No fim, o Rei da Noite se revela, fitando Jon Snow e concluindo uma sequência que nos deixou em choque.

6. A execução de Ned Stark

 game of thrones ned stark execution GIFFonte da imagem: Reprodução/HBO

Na primeira temporada, o personagem que mais acompanhamos é Ned Stark, um homem honrado em uma terra sem honra. Um homem que estava tentando fazer a coisa certa.

Todos acreditavam que os malvados seriam punidos e, quando pensamos que tudo havia acabado para eles, Ned sai do jogo. Nossa esperança para o bem prevalecer foi executada na frente dos nossos olhos, e foi assim que percebemos que Game of Thrones não era uma série comum.

7. Sempre que o Mindinho aparece

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Lorde Petyr Baelish foi uma incógnita na primeira temporada da série. Ele pareceu estar do lado dos heróis, mas, quanto mais o víamos, mais percebíamos o quão desonesto ele era — tanto que é possível considerar Mindinho como um dos homens mais perigosos de Westeros.

Há poucos personagens tão discretos com relação a seus objetivos. Mindinho é um desses, aliado apenas de si próprio. Por isso, quanto mais ele fala, mais sabemos que ele está mentindo e manipulando.

8. O Casamento Púrpura

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Joffrey Baratheon foi muito odiado, e não faltaram motivos. Quando estávamos quase aceitando que ele não iria a lugar algum, todas as preces foram atendidas no segundo episódio da quarta temporada. Depois de mais uma vez perturbar o adorado Tyrion, Joffrey percebeu que sua bebida havia sido envenenada. Mais alguém ouviu gritos de comemoração nesse dia?

9. “Dracarys.”

 game of thrones dracarys GIFFonte da imagem: Reprodução/HBO

No final da sexta temporada, testemunhamos o exército de Daenerys a caminho de Westeros, com os três dragões dela quase crescidos. Nós a seguimos durante várias dificuldades e provações para chegar nesse momento, e tudo começou com a palavra Dracarys: Drogon soltou chamas, e Daenerys se declarou rainha em uma cena arrepiante.

10. Ygritte morre nos braços de Jon Snow

  GIFFonte da imagem: Reprodução/HBO

Game of Thrones não tem espaço para amor, pode ter certeza disso. Mesmo assim, ainda tivemos esperanças com o romance de Jon Snow e Ygritte. Separados por circunstâncias externas, os dois não estavam nos melhores termos, mas ainda era possível sentir o sentimento que havia ali. Porém, todas as nossas esperanças foram destruídas quando Ygritte recebeu uma flechada na frente dos olhos de Jon.

11. Cersei mata… basicamente todos que ela odeia

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Com todas as coisas que fez por seis temporadas, Cersei Lannister com certeza não é a personagem favorita de ninguém. Ainda não sabíamos o que esperar do final da sexta temporada, mas com certeza não era a explosão em Porto Real. Para ficar ainda mais brutal, basta lembrar quantos personagens estavam dentro do Septo de Baelor quando a explosão ocorreu.

12. A Víbora Vermelha e o crânio esmagado

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Quando a série chegou a um ponto em que os caras bonzinhos perdiam mais sangue do que conseguíamos acompanhar, Oberyn Martell chegou para apostarmos nossas fichas nele. Ele tinha uma busca pessoal de vingança contra o Montanha, que todos odiávamos. Então, Martell se ofereceu para lutar no lugar de Tyrion. Tínhamos certeza de que a luta seria espetacular, mas… Bem, quando a vitória era quase certa, o jogo virou: Montanha esmagou o crânio da Víbora Vermelha com as próprias mãos. Mais uma vez, gritamos de desespero.

13. Sempre que um lobo gigante morre

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Os lobos gigantes das crianças Stark foram apresentados desde o começo da série, e não houve quem não se derretesse pelos filhotinhos. Eles cresceram e ficaram até maiores do que lobos, o que seria difícil de mostrar nas telas. Nós entendemos, e mesmo assim não foi fácil ver nenhum deles morrer, ainda mais pelas formas brutais como aconteceram. Há apenas dois deles ainda vivos, o que gera bastante preocupação.

14. “Pela Patrulha”

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Jon Snow está tão seguro quanto qualquer um está em Game of Thrones. Assim, no final da quinta temporada, Jon foi traído pelos “irmãos” da Patrulha da Noite, vendo cada um deles o apunhalar por ter feito a coisa certa em vez de honrar o código. Ele voltou à vida na sexta temporada, mas isso não impediu ninguém de amaldiçoar os “irmãos” que o assassinaram.

15. Arya se vinga

Fonte da imagem: Reprodução/HBO

Arya Stark é uma das personagens favoritas dos fãs desde o primeiro episódio, graças à intensa dedicação à família e à busca de vingança. Depois de uma longa temporada de treinamento, nós comemoramos sem medo quando ela usa as novas habilidades para matar Walder Frey, o homem responsável por metade das mortes da família dela. Foi um grito de alívio seguido do medo de perceber o inevitável: Arya estava se tornando uma agente da morte.

Confira também:

Este texto foi escrito por Danielle Cassita via N-Experts.