Joias do Infinito nos filmes da Marvel: quais são e onde estão? [cinema]

  • Por Guilherme Haas em 13/05/2015 - 15:30

A próxima etapa do Universo Cinematográfico da Marvel vai colocar os heróis do estúdio em uma luta contra o vilão intergaláctico Thanos, que planeja usar as chamadas Joias do Infinito para erradicar metade do universo!

Conhecida como Guerra Infinita nos quadrinhos, a narrativa será desenvolvida em dois longas nos cinemas, com os filmes Vingadores 3 e 4, previstos para 2018 e 2019. Elementos dessa história já foram plantados nas últimas produções do estúdio – mas você consegue lembrar quais são e onde foram parar as Joias do Infinito?

Fonte da imagem: Reprodução/Marvel Comics

As Joias do Infinito, conforme elas foram apresentadas nos quadrinhos e nos filmes, são objetos criados por entidades cósmicas, cada uma delas trazendo capacidades específicas. De acordo com suas características próprias, elas são conhecidas como: joia da mente, da alma, do poder, do espaço, do tempo e da realidade.

Até o final do filme Vingadores: Era de Ultron, quatro dessas seis joias foram apresentadas nos longas da Marvel – ficando de fora, até o momento, a joia do tempo e a da alma (que devem aparecer em Doutor Estranho, Thor: Ragnarok e/ou Guardiões da Galáxia 2).

Na cena pós-créditos de Vingadores: Era de Ultron, Thanos aparecer novamente, ainda mais ameaçador, e veste uma Manopla do Infinito (a luva criada para unir os poderes de todas as joias) dizendo que chegou a sua hora de agir. Curiosamente, no Universo Cinematográfico, parece existir duas Manoplas: esta uma com Thanos, e outra que está guardada na sala de troféus de Odin (em Asgard).

Abaixo, você pode conferir um guia sobre as Joias do Infinito no Universo Marvel, lembrando suas aparições e poderes, e onde cada uma se encontra no momento!

Tesseract: Joia do Espaço

Fonte da imagem: Reprodução/Marvel Studios

  • Filmes em que foi apresentado: Capitão América: O Primeiro Vingador e Os Vingadores
  • Histórico:
    Odin (até 965)
    Vigia da Igreja (1942)
    Caveira Vermelha e a Hidra (1942-1945)
    S.H.I.E.L.D. (1945-2012)
    Loki (2012)
  • Portador atual: Heimdall (Asgard).

O Tesseract é um objeto em formato cúbico capaz de fornecer acesso instantâneo a qualquer local do universo, se usado corretamente, transportando objetos a qualquer lugar através da realidade.

O elemento que compõe o Tesseract também foi usado para criar armamentos avançados por raças como os Chitauri. Esta joia desempenhou um papel importante no desenvolvimento da humanidade durante o surgimento dos super-heróis, atraindo a atenção de forças malignas como o Caveira Vermelha e Thanos.

O cubo do Tesseract é um dispositivo de contenção construído para proteger a Joia do Espaço. Ao final do filme Os Vingadores, Thor leva o Tesseract para Asgard, deixando o cubo aos cuidados de Heimdall.

Cetro de Loki/Visão: Joia da Mente

Fonte da imagem: Reprodução/Marvel Studios

  • Filmes em que foi apresentado: Os Vingadores e Vingadores: Era de Ultron
  • Histórico:
    Thanos (até 2012)
    Loki (2012)
    S.H.I.E.L.D. (2012-2014)
    Hidra (2014-2015)
    Vingadores (2015)
    Ultron (2015)
  • Portador atual: Visão (Terra).

O Cetro é uma arma que foi construída por Thanos, contendo a Joia da Mente em seu núcleo, e que foi entregue a Loki para ajudá-lo em sua invasão à Terra.

A joia tem o poder de subjugar a mente dos outros, obrigando-os à vontade do portador, e também pode projetar a consciência do portador para um plano superior de existência. A joia também parece aumentar significativamente a inteligência de quem a carrega.

Após Loki ser derrotado pelos Vingadores, o cetro ficou sob os cuidados da S.H.I.E.L.D., mas acabou caindo nas mãos da Hidra após os eventos de Capitão América: O Soldado Invernal. O Cetro foi usado em vários experimentos da Hidra, especialmente pelo Barão von Strucker (que deu os poderes aos irmãos Maximoff).

Em Vingadores: Era de Ultron, o Cetro é inicialmente recuperado pelos Vingadores, e depois recapturado por Ultron, que quebra o invólucro de proteção e revela Joia da Mente em seu interior. Após a intervenção dos Vingadores, a joia é utilizada para dar vida ao Visão, com a joia amarela repousando em sua testa.

Éter: Joia da Realidade

Fonte da imagem: Reprodução/Marvel Studios

  • Filme em que foi apresentado: Thor: O Mundo Sombrio
  • Histórico:
    Malekith (até 2987 a.C.)
    Bor (2987 a.C.)
    Jane Foster (2013)
    Malekith (2013)
    Asgard (2013)
  • Portador atual: o Colecionador (Museu do Colecionador).

O Éter se parece como um líquido vermelho escuro, viscoso e que pode flutuar no ar. Ele age como uma força simbiótica que pode ser absorvida no corpo de um hospedeiro vivo, concedendo a essa pessoa imensa força, poder e capacidades aparentemente ilimitadas.

Em Thor: O Mundo Sombrio, Jane Foster acidentalmente encontra o Éter e se torna hospedeira dele. Malekith pretendia usar as habilidades de manipulação da realidade do Éter para lançar todos os nove reinos na escuridão, porém, ele é impedido por Thor e Jane.

Posteriormente, é revelado que o Éter é de fato uma Joia do Infinito, ainda que apresentada em forma líquida. Na visão do Thor (em Vingadores: Era de Ultron), o líquido do Éter se solidifica na joia vermelha – a Joia da Realidade.

Orbe: Joia do Poder

Fonte da imagem: Reprodução/Marvel Studios

  • Filme em que foi apresentado: Guardiões da Galáxia
  • Histórico:
    Planeta Morag (até 2014)
    Peter Quill (2014)
    Guardiões da Galáxia (2014)
    Ronan, o Acusador (2014)
  • Portador atual: Tropas Nova (em Xandar).

O Orbe é o nome dado à caixa que protege a joia roxa, uma fonte de energia com poder suficiente para destruir um planeta inteiro.

A joia estava sendo procurada por Thanos, que encarregou Ronan, o Acusador para resgatá-la no planeta morto de Morag. Porém, Star-Lord colocou as mãos na joia primeiro e estava pronto para entregá-la ao Colecionador quando o poder destrutivo do objeto foi desencadeado sobre Knowhere.

Em seguida, Ronan conseguiu obter a joia e usar seus poderes para tentar acabar com toda a vida no planeta Xandar. Porém, Peter Quill e os Guardiões da Galáxia conseguem impedir o plano e deixam a Joia do Poder sob os cuidados de Irani Rael, a líder da Nova Corps, em Xandar.

Joias do Tempo e da Alma

As Joias do Tempo e da Alma ainda não foram vistas no Universo Cinematográfico da Marvel. Nos quadrinhos, a Joia do Tempo permite ao seu portador o domínio total sobre o passado, o presente e o futuro, e pode ser utilizada como uma arma, aprisionando suas vítimas em ciclos do tempo.

Já a Joia da Alma dá a seu portador o poder de roubar, manipular e alterar almas, seja dos vivos ou mesmo dos mortos. Nos quadrinhos, Adam Warlock foi o principal guardião desta Joia, e há rumores de que o personagem pode aparecer futuramente nos cinemas – muitos acreditam que o “casulo” de Warlock pode ser visto no Museu do Colecionador em uma cena do filme Guardiões da Galáxia (algo que a Marvel ainda não confirmou).

As duas Joias restantes deverão ser apresentadas nos filmes Doutor Estranho (novembro de 2016), Guardiões da Galáxia 2 (maio de 2017) e/ou Thor: Ragnarok (novembro de 2017), e posteriormente vão se unir às demais Joias do Infinito na saga Guerra Infinita em Vingadores 3 e 4 (maio de 2018 e 2019).

Assuntos
Especiais, Cinema

Comentários ( )